Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do remodelamento miocárdico em camundongos expostos à poluição atmosférica durante e após o seu período gestacional

Processo: 15/04103-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:Adriana Morgan de Oliveira Fonoff
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/01305-3 - Análise do remodelamento miocárdico em camundongos expostos à poluição atmosférica durante e após o seu período gestacional, BE.EP.PD
Assunto(s):Poluição atmosférica   Fibrose   Gravidez

Resumo

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, em 2012 ocorreram em torno de 3,7 milhões de mortes globais associadas à exposição ao material particulado ambiente. A poluição atmosférica é uma questão ambiental relevante em grandes centros urbanos com alto adensamento populacional. As emissões veiculares e industriais destacam-se entre as principais responsáveis pelos altos níveis de poluentes atmosféricos. De fato, existe uma relação direta do aumento da poluição com o alto índice de mortalidade e morbidade, ocasionando um crescimento nas admissões hospitalares relacionadas a problemas cardiovasculares e pulmonares. Inúmeros trabalhos na literatura mostraram que o tamanho do material particulado e sua área de superfície são determinantes para causar injúrias inflamatórias, danos oxidativos e outros efeitos biológicos. Esses danos são ocasionados principalmente pela exposição às partículas finas e ultrafinas que apresentam um maior potencial de penetrar no trato respiratório e alcançar os alvéolos pulmonar. A composição do material particulado (MP) possui uma grande variedade de tamanho e componentes e depende de inúmeros fatores. Dentre os componentes do MP pode-se destacar: metais de transição, íons (sulfato e nitrato), compostos orgânicos, radicais quinoides estáveis de material carbonífero, minerais, gases reativos e materiais de origem biológica. Resultados de pesquisas toxicológicas mostraram que o MP tem inúmeros mecanismos para a célula tais como a citotoxidade, estresse oxidativo, danos oxidativos ao DNA, mutagenicidade e estimulação de fatores pro inflamatórios. O objetivo desse trabalho é avaliar o remodelamento estrutural e geométrico do coração em camundongos selvagens C57 após a exposição ao MP2,5 provenientes da região metropolitana de São Paulo durante e após o seu período gestacional. Através da análise morfométrica e ecocardiograma serão observados o remodelamento estrutural do miocárdio e os seus efeitos na função miocárdica. Além disso, também serão avaliados a deposição de colágeno e apoptose através da técnica de imunohistoquímica e a confirmação da expressão gênica através da técnica PCR Real Time. Com a realização desse trabalho, será possível analisar se a exposição ao MP2,5 urbano durante e após o período gestacional age no remodelamento cardíaco. (AU)