Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de duas proteases do parasita Babesia bovis: importância na infecção de seus hospedeiros

Processo: 15/09268-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Aparecida Sadae Tanaka
Beneficiário:Stephen Lu
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/03657-8 - Inibidores e proteases de ectoparasitas: relação de estrutura-função e identificação do papel dessas moléculas na interação de vetores de doenças e seus agentes etiológicos, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):17/25609-9 - Caracterização funcional de duas proteases de Babesia bovis e sua importância durante a infecção, BE.EP.DR
Assunto(s):Protozoa   Cinética enzimática   Carrapatos   Bovinos

Resumo

O carrapato Rhipicephalus microplus é o principal ectoparasito de bovinos nas regiões tropicais e subtropicais do globo. Seu hábito hematofágico causa anemia severa, redução na produção de leite e carne, além de transmitir patógenos como Anaplasma e Babesia. O complexo R. microplus-Babesia é uma relação parasita-vetor de grande importância econômica, no entanto o conhecimento referente ao mecanismo de infecção e sobrevivência desse protozoário ainda é escasso.Nos últimos anos esforços vêm sendo realizados na identificação e caracterização de moléculas importantes para o ciclo de vida de protozoários, principalmente de Plasmodium falciparum, já tendo sido demonstrada a importância de moléculas de superfície para adesão e invasão dos eritrócitos e o papel de proteases, em especial cisteínoproteases e subtilisinas, em diferentes processos fisiológicos, entre eles, a invasão e lise dos eritrócitos além da ativação de outras proteases. De forma semelhante, em Babesia sp foram encontradas moléculas de superfície importantes para a adesão e invasão de eritrócitos na qual o uso de anticorpos para estas moléculas foi capaz de reduzir a infeccção. Embora pouco ainda se saiba sobre o papel das proteases em Babesia, alguns genes associados à produção de cisteínoproteases foram identificados no genoma de B. bovis e B. bigemina, porém poucas moléculas foram caracterizadas e seu papel relacionado com a invasão de eritrócitos demonstrado, enquanto apenas uma subtilisina foi descrita em B. divergens. Há alguns anos nosso grupo vem trabalhando no estudo de proteases e seus inibidores presentes em artrópodes hematófagos e sua importância na interação parasita-hospedeiro. Com o objetivo de contribuir para o conhecimento referente às proteases de Babesia e sua importância no processo de invasão de eritrócitos, a proposta deste projeto é a caracterização funcional de duas proteases, uma cisteíno e uma serinoprotease, encontradas no genoma de B. bovis, além do estabelecimento de linhagens knock-out e a avaliação da importância dessas moléculas para a sobrevivência do parasita.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LU, S.; PARIZI, L. F.; TORQUATO, R. J. S.; VAZ JUNIOR, I. S.; TANAKA, A. S. Novel pseudo-aspartic peptidase from the midgut of the tick Rhipicephalus microplus. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, JAN 24 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.