Busca avançada
Ano de início
Entree

Varredura fenotípica de nematóides C. elegans mutantes para proteínas necessárias para a RNAi sistêmica

Processo: 15/04264-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marcelo Alves da Silva Mori
Beneficiário:Henrique Camara
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/52557-0 - Identificação de mecanismos responsáveis pelos efeitos benéficos da restrição calórica, AP.JP
Assunto(s):Envelhecimento   Interferência de RNA   Longevidade   Caenorhabditis elegans

Resumo

O envelhecimento da população mundial nas últimas décadas e o consequente aumento da prevalência de doenças crônicas representa um grave problema de saúde pública, o que atrai cada vez mais a atenção de órgãos governamentais e centros de pesquisa com a finalidade de propor estratégias que possam conduzir a um envelhecimento mais saudável. Dentre as vias moleculares descritas como importantes para controlar a taxa de envelhecimento em diferentes espécies se encontra a via de interferência por RNA (RNAi), que compreende o mecanismo de silenciamento gênico exercido por RNAs pequenos, como os miRNAs (microRNAs) e os siRNAs (small-interference RNAs). Nossos dados prévios indicam que nematoides C. elegans mutantes com perda de função para o gene sid-1 (do inglês Systemic RNA Interference Defective), que codifica para uma proteína transportadora de RNA dupla-fita, apresentam menor sobrevida quando submetidos ao estresse térmico. Além disso, o fenótipo de proteção a este estresse, observado em vermes que superexpressam Dicer, enzima chave para a produção de RNAs pequenos, desaparece quando a função de SID-1 é bloqueada. Este transportador faz parte de um grupo maior de proteínas necessárias para o fenômeno de RNAi, as SIDs e RSDs (do inglês RNAi Spreading Defective). Entretanto, correlações entre essas proteínas e o controle da resposta ao estresse e do envelhecimento são escassos. De fato, apesar de serem conservadas em diferentes espécies, nenhuma função fisiológica foi descrita para SIDs e RSDs, a não ser a necessidade dessas proteínas para a ação de RNAs dupla-fita exógenos. Desta forma, propomos realizar uma varredura fenotípica em C. elegans mutantes com perda de função para as SIDs e RSDs a fim de identificar os papéis fisiopatológicos dessas proteínas no contexto do envelhecimento, da resposta ao estresse, da fertilidade e do desenvolvimento. Devido à conservação evolutiva destas proteínas desde nematoides até humanos, compreender como elas regulam funções fisiológicas em um modelo mais simples pode fornecer informações importantes para elucidar mecanismos mais elaborados e com implicações fundamentais em organismos mais complexos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINTO, SILAS; SATO, VITOR N.; DE-SOUZA, EVANDRO A.; FERRAZ, RAFAEL C.; CAMARA, HENRIQUE; PINCA, ANA PAULA F.; MAZZOTTI, DIEGO R.; LOVCI, MICHAEL T.; TONON, GUILHERME; LOPES-RAMOS, CAMILA M.; PARMIGIANI, RAPHAEL B.; WURTELE, MARTIN; MASSIRER, KATLIN B.; MORI, MARCELO A. Enoxacin extends lifespan of C. elegans by inhibiting miR-34-5p and promoting mitohormesis. REDOX BIOLOGY, v. 18, p. 84-92, SEP 2018. Citações Web of Science: 6.
FERRAZ, RAFAEL C.; CAMARA, HENRIQUE; DE-SOUZA, EVANDRO A.; PINTO, SILAS; PINCA, ANA PAULA F.; SILVA, RICHARD C.; SATO, VITOR N.; CASTILHO, BEATRIZ A.; MORI, MARCELO A. IMPACT is a GCN2 inhibitor that limits lifespan in Caenorhabditis elegans. BMC Biology, v. 14, OCT 7 2016. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.