Busca avançada
Ano de início
Entree

SAXS na caracterização estrutural de dispersões aquosas de DMPG

Processo: 15/14695-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Maria Teresa Moura Lamy
Beneficiário:Daniela Akiko Nomura
Supervisor no Exterior: Georg Pabst
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Graz, Áustria  
Vinculado à bolsa:13/14296-9 - Caracterização estrutural de dispersões aquosas de lipídios aniônicos, BP.DD
Assunto(s):Espalhamento de raios X a baixos ângulos   Biofísica

Resumo

Este projeto complementa o projeto de pesquisa regular de doutorado direto (Processo FAPESP 2013/14296-9), em andamento, e está inserido em um estudo amplo, experimental e teórico, sobre propriedades estruturais de agregados anfifílicos de dispersões aquosas, desenvolvido pelo Grupo de Biofísica do IFUSP, e seus colaboradores, envolvendo modelos teóricos e experimentos. O objetivo deste projeto é a aplicação de Espalhamento de Raios-X a baixos ângulos (SAXS)na obtenção de mais informações sobre o sistema que temos estudado por diversas técnicas experimentais: dispersões aquosas do lipídio aniônico dimiristoilfosfatidilglicerol (DMPG) a baixa força iônica. A baixa força iônica, as interações elétricas entre os lipídios, tanto da mesma vesícula como de diferentes vesículas, são extremamente relevantes. SAXS é uma técnica eficaz que tem desempenhado um importante papel no estudo de propriedades estruturais de membranas biológicas e membranas modelo. Aqui, propomos colaboração com o Prof. Georg Pabst, do Instituto de biociência molecular, divisão de Biofísica, da Universidade de Graz, Áustria, um conhecido especialista na aplicação de espalhamento de nêutrons e Raios-X no estudo estrutural de membranas biológicas e modelos. Com o Prof. Pabst, espera-se aprender a análise apropriada para os dados de SAXS que já foram coletados no Laboratório Nacional de Luz Síncroton (LNLS), no Brasil, e coletar novos dados se necessário, para obter informações sobre a estrutura e interações dos agregados de DMPG em meio aquoso, a baixa força iônica.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.