Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de mutações identificadas em sequenciamento de exoma de hepatoblastomas

Processo: 14/24701-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ana Cristina Victorino Krepischi
Beneficiário:Talita Ferreira Marques Aguiar
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hepatoblastoma   Mutação

Resumo

Durante a embriogênese, uma alteração ou bloqueio do processo normal de diferenciação celular e/ou organogênese pode resultar em anomalias congênitas ou, eventualmente, no desenvolvimento de um tumor embrionário. Os hepatoblastomas são tumores embrionários do fígado, com aspectos histológicos que recapitulam as diferentes fases de diferenciação deste órgão. Em decorrência de sua raridade, dados moleculares referentes à carcinogênese de hepatoblastomas ainda são escassos. A identificação de vias gênicas implicadas na origem de hepatoblastomas pode ampliar a compreensão acerca da conexão entre ruptura de diferenciação e câncer. Com esse intuito, realizamos a investigação de variantes genéticas raras identificadas em regiões codificadoras do genoma por sequenciamento de nova geração (sequenciamento de exoma ou exome sequencing). Os dados de sequenciamento de exoma foram obtidos em plataforma Illumina a partir de amostras de DNA 6 pares de hepatoblastomas e suas respectivas bordas não-tumorais, obtidas no Biobanco - Banco de Tumores do A. C. Camargo Cancer Center. A proposta deste projeto é desenvolver a análise dos dados derivados do sequenciamento de exoma dos hepatoblastomas, com anotação cuidadosa das variantes genômicas utilizando bancos de dados públicos, para identificação de eventos somáticos raros possivelmente patogênicos. A validação das variantes genômicas raras será realizada pela construção de um painel, visando a seleção de um grupo de genes com mutações somáticas validadas para investigação de mutações em um grupo de hepatoblastomas independente. (AU)