Busca avançada
Ano de início
Entree

Políticas afirmativas de cotas e a democratização da educação superior pública brasileira: percepções de terceiro-anistas de ensino médio de uma escola pública estadual em Ribeirão Preto sobre democracia, cidadania e universidade

Processo: 15/07870-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Fabiana Cristina Severi
Beneficiário:Maurício Buosi Lemes
Instituição-sede: Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia política   Direitos humanos   Ações afirmativas (política)   Ensino superior   Subjetividade

Resumo

O presente projeto de pesquisa apresenta como problemática fundamental os processos sócio-políticos recentes de democratização do Estado e da sociedade brasileira, com foco na implementação de políticas afirmativas de cotas nas instituições públicas de educação superior. O objetivo central é analisar as percepções de terceiro-anistas de ensino médio da escola pública estadual Otoniel Mota em Ribeirão Preto acerca das relações entre democracia, cidadania, acesso e permanência na universidade, com vistas à compreensão do modo como essas políticas públicas específicas influenciam a construção de seus horizontes e trajetórias pessoais de vida. Como objetivos secundários, buscam-se: a) resgatar e sistematizar as fontes históricas disponíveis (por exemplo: livros, relatórios, notícias etc.) relacionadas à escola em questão, a fim de melhor entender o ambiente social e político nela gestado; b) realizar uma revisão bibliográfica sobre: Teoria da Constituição, direito à educação na história constitucional brasileira e os modelos de Estado e de sociedade correspondentes; c) introduzir algumas categorias/elementos teóricos presentes na sociologia política que ajudem a pensar as relações e as contradições imbricadas nos discursos envolvendo democracia, cidadania, efetivação do direito à educação e acesso e permanência na universidade; d) aprofundar os estudos acerca das abordagens qualitativas dos dados em ciências sociais, no intuito de aperfeiçoar a utilização da metodologia proposta. A pesquisa deverá fundamentar-se teoricamente em análises críticas de juristas e de cientistas políticos e sociais que problematizam os sentidos de democracia, de cidadania e de universidade histórica e socialmente produzidos no Brasil, haja vista os atuais desafios em se efetivar o direito à educação e democratizar a universidade. Enquanto metodologia de investigação, propõe-se a realização de uma pesquisa de cunho qualitativo, com a utilização de entrevistas semiestruturadas e interpretação dos dados coletados apoiada na Análise do Discurso. Espera-se que as conclusões da pesquisa dialoguem com os estudos políticos e jurídicos que abordam a efetividade do direito à educação, a democratização do ensino superior e o aperfeiçoamento das políticas afirmativas de cotas no contexto brasileiro. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.