Busca avançada
Ano de início
Entree

Entre o controle e o cuidado: sobre política de drogas e suas interfaces com a religião e o crime

Processo: 15/13920-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Ronaldo Romulo Machado de Almeida
Beneficiário:Deborah Rio Fromm Trinta
Supervisor no Exterior: Gonzalo A. Saravi
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Consejo Nacional de Ciencia y Tecnología (CONACYT), México  
Vinculado à bolsa:14/22454-6 - De cracolândia à cristolândia: uma etnografia da política batista de combate ao crack, BP.MS
Assunto(s):Religiões   Políticas públicas   Cracolândia   Crime

Resumo

No contexto político mexicano, assim como no Brasil, a questão das drogas se constitui como um problema social central, sobretudo no que tange às relações e conflitos entre "crime" e Estado. Tendo isso em vista, este projeto apresenta uma proposta para Bolsa de Estágio e Pesquisa no Exterior (BEPE) - sob orientação do Prof. Gonzalo Saraví, do Centro de Investigações e Estudos em Antropologia Social (CIESAS) - cujo objetivo é desenvolver uma reflexão mais atenta e sistemática sobre as políticas de drogas em interface com as relações entre crime, Estado e religião na gestão de usuários dessas substâncias. Tal reflexão servirá de subsídio (comparativo e constrastivo) para a análise do material de pesquisa compilado na região da "cracolândia" do centro de São Paulo, durante todo o primeiro semestre de 2015. Durante a pesquisa de campo, ficou evidente a relevância do tráfico de drogas, juntamente com outros atores (missionários batistas, policiais civis, militares, guarda civil, assistentes sociais, agentes de saúde, funcionários da prefeitura, etc) na gestão da ordem naquele território. Considerando o tema geral da pesquisa de mestrado em curso, a saber a questão das drogas no cruzamento com populações marginais, a escolha do professor estrangeiro Gonzalo Saraví justifica-se pela dedicação deste a pesquisas sobre desigualdade, pobreza e segregação urbana no contexto mexicano, bem como por redes de interlocução já estabelecidas com os grupos de pesquisa no Brasil. Essa possibilidade comparativa, o acesso à bibliografia da área, bem como o contato com o supervisor estrangeiro e com outros pesquisadores do mesmo tema no México, contribuirá para o desenvolvimento da pesquisa de mestrado em curso e para a internacionalização das redes de pesquisa e interlocução acadêmica, assim como dos grupos de pesquisa integrados atualmente pela candidata. (AU)