Busca avançada
Ano de início
Entree

Biomarcadores como indicadores da biomassa de fungo na atmosfera de São Paulo, Brasil

Processo: 15/13650-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 05 de agosto de 2015
Vigência (Término): 04 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Maria de Fátima Andrade
Beneficiário:Ana Paula Mendes Emygdio
Supervisor no Exterior: Guenter Engling
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : National Tsing Hua University (NTHU), Taiwan  
Vinculado à bolsa:13/23274-9 - Identificação de bioaerossóis de origem fúngica na Cidade de São Paulo, BP.MS
Assunto(s):Biomarcadores   Material particulado   Fungos   Atmosfera

Resumo

Hoje em dia existem poucos estudos relacionados à caracterização dos componentes biológicos presentes no material particulado (PM). Os componentes biogênicos do PM pode ter uma relação direta com o surto de doenças respiratórias e também pode ser ligada a mudanças nos processos climáticos. Estudos indicam que os esporos de fungos são um dos principais compostos biológicos presentes na atmosfera. Locais como o Brasil, o crescimento de fungos é favorecida, tornando-se um grande problema para a saúde pública. Entre os vários métodos, que existem para quantificar a biomassa fúngica total presente na atmosfera, não há um método ideal para todas as situações. O objetivo deste trabalho é determinar a massa dos bioaerossóis de origem fúngica, na atmosfera de São Paulo, o que nunca foi feito antes. Pretende-se com esta análise determinar o quanto da massa PM10 é devido as estruturas de fungos, e comparar os resultados das duas metodologias: o total de bioaerossóis e biomarcadores. As amostras que serão analisadas para a determinação de biomarcadores e análise inorgânico serão coletadas com o amostrador Airmetrics MiniVol. As amostras serão coletadas diariamente. Os resultados ajudarão na caracterização de fungos presentes na atmosfera de São Paulo, e na determinação da biomassa fúngica presente no material particulado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDES EMYGDIO, ANA PAULA; ANDRADE, MARIA DE FAIMA; TEIXEIRA GONCALVES, FABIO LUIZ; ENGLING, GUENTER; DE SOUZA ZANETTI, RAFAEL HENRIQUE; KUMAR, PRASHANT. Biomarkers as indicators of fungal biomass in the atmosphere of Sao Paulo, Brazil. Science of The Total Environment, v. 612, p. 809-821, JAN 15 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.