Busca avançada
Ano de início
Entree

Implicações evolutivas do tamanho corporal reduzido na rãzinha Euparkerella (Craugastoridae, Holoadeninae)

Processo: 15/11557-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 22 de agosto de 2015
Vigência (Término): 15 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:João Miguel de Barros Alexandrino
Beneficiário:Luciana Ardenghi Fusinatto
Supervisor no Exterior: Fernando Jorge Guimarães Sequeira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade do Porto (UP), Portugal  
Vinculado à bolsa:13/21174-7 - Pequenos vertebrados como ferramentas para o estudo da diversificação em fina escala: o caso da Euparkerella na Mata Atlântica, BP.PD
Assunto(s):Genética populacional   Estruturas genéticas   Fluxo gênico   Repetições de microssatélites

Resumo

Vertebrados miniaturizados apresentando um padrão microendêmico de distribuição têm sido observados de forma recorrente em florestas tropicais e levantado diversas questões dos pontos de vista evolutivo e do desenvolvimento. Nós estudamos este fenômeno para um gênero de rã endêmico da Mata Atlântica (Euparkerella), para o qual temos observado divergências moleculares profundas entre espécies, diversidade críptica, e grande estrutura populacional em pequenas escalas espaciais. Nosso objetivo agora é aprimorar o estudo de genética populacional adicionando mais amostras e acrescentando ferramentas analíticas, com foco em estudo de paisagem e modelagem de nicho, para melhor compreender os processos microevolutivos associados à miniaturização. Além disso, adicionaremos um novo componente morfofuncional. Nós iremos gerar imagens de microtomografia comptutadorizada para investigar os efeitos da extrema redução do tamanho corpóreo sobre o esqueleto destes pequenos vertebrados. Usaremos para isso três abordagens: i) filogenético; ii) taxonômico, iii) populacional. Esperamos, ao fim, integrar todas as abordagens para ter um panorama em múltipla escala das implicações evolutivas da miniaturização. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FUSINATTO, LUCIANA ARDENGHI; DINIZ, BRUNO LAMY T.; DE SIQUEIRA, ANDREZA SOARES; VAN SLUYS, MONIQUE; SEQUEIRA, FERNANDO; DUARTE ROCHA, CARLOS F. Living in a tiny world: reproductive biology and population ecology of the Neotropical miniature frog Euparkerella aff. brasiliensis (Terraranae, Strabomantidae). Amphibia-Reptilia, v. 41, n. 2, p. 201-213, MAY 2020. Citações Web of Science: 0.
NEVES, FABIANA; ABRANTES, JOANA; LOPES, ANA M.; FUSINATTO, LUCIANA A.; MAGALHAES, MARIA J.; VAN DER LOO, WESSEL; ESTEVES, PEDRO J. Evolution of CCL16 in Glires (Rodentia and Lagomorpha) shows an unusual random pseudogenization pattern. BMC Evolutionary Biology, v. 19, FEB 20 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.