Busca avançada
Ano de início
Entree

A formação da consciência no Novo Mundo a partir da obra do Frei Diego Valadés

Processo: 15/02448-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:Rafael Ruiz Gonzalez
Beneficiário:Dayanne Luz das Neves
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Evangelização   Teologia moral   Américas   Colonização

Resumo

A proposta de nossa pesquisa está baseada na leitura e análise da obra Retórica Cristiana do Frei Diego Valadés (1533-1582). A primeira obra escrita por um mestiço e publicada na Europa (1579- Perusa-Itália). Valadés passou a maior parte de sua vida na América em função de sua missão evangelizadora, contribuindo desta forma, a partir de sua obra, com um método de evangelização pacífica para o novo mundo. Valadés procurou mostrar aos europeus como deviam agir com relação aos indígenas, destacando a grande capacidade intelectual e moral que os índios possuíam. A questão central que procurarei analisar é a importância que o autor dava ao livre-arbítrio e à consciência dos mesmos, de maneira que se tornasse possível a interiorização e assimilação das normas e da prática das virtudes. Tratava-se, portanto, de uma obra que procurava contribuir para a formação da consciência individual dos indígenas, o que lhes permitiria o exercício da razão prática, que, a partir do conhecimento e prática da virtude da prudência, permitiria ao indivíduo uma justa medida entre a lei e a liberdade, entre o honesto e o desonesto, transformando-o em juiz de seus próprios atos. (AU)