Busca avançada
Ano de início
Entree

Tuberculose nas pessoas que vivem com HIV/AIDS: desfecho dos casos pós passagem pelos serviços de saúde

Processo: 14/16251-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Tereza Cristina Scatena Villa
Beneficiário:Gabriela Tavares Magnabosco
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):AIDS   Tuberculose   Sistemas de saúde   Doença crônica

Resumo

A tuberculose (TB) figura-se como uma das principais comorbidades associadas ao HIV/aids, favorecendo o surgimento de formas clínicas mais graves da doença, menor taxa de cura e maiores taxas de abandono do tratamento e óbito. Nesse sentido, a coinfecção TB/HIV torna-se um importante desafio para os sistemas públicos de saúde. O presente estudo tem como objetivo identificar e analisar as variáveis associados ao desfecho dos casos de TB nas pessoas que vivem com HIV/aids (PVHA) pós passagem pelos serviços de saúde do município de Ribeirão Preto nos anos de 2010 à 2014. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo levantamento de abordagem quantitativa. A população do estudo será constituída por casos de TB entre PVHA notificados no período de 2010 a 2014 em Ribeirão Preto, exceto os pacientes institucionalizados no sistema prisional, menores de 18 anos e casos de transferência e mudança de diagnóstico. A pesquisa será realizada por meio da coleta de dados secundários nos sistemas de informação: TB/WEB, Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), Sistema de Controle de Exames Laboratoriais (SISCEL), Sistema de Controle Logístico de Medicamentos (SICLOM) e Sistema de Informação Hygia-Web (implantado nos serviços de saúde do município). Eventualmente realizar-se-á consulta de prontuários e/ou entrevistas com pacientes. Como variável dependente, considerar-se-á o desfecho dos casos de TB, os quais serão classificados em cura, abandono e óbito. As variáveis independentes serão classificadas em: Informações sociodemográficas, clínicas e dados sobre o acompanhamento clínico e terapêutico. Para a caracterização do perfil sociodemográfico e clínico dos sujeitos e identificação do desfecho dos casos serão utilizadas técnicas de estatística descritiva (frequências, medidas de posição e de variabilidade). Para verificar a associação entre os indicadores de desfecho do tratamento dos casos de TB com as variáveis independentes, utilizar-se-á a regressão de Poisson para obtenção das razões de prevalências (RP) brutas e ajustadas. O potencial deste estudo é grande no sentido de colaborar no fortalecimento e planejamento de estratégias de controle e manejo da TB no HIV/aids, visando o desfecho favorável da cura entre os infectados, e a redução do número de casos de TB na população geral e em grupos vulneráveis. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GABRIELA TAVARES MAGNABOSCO; RUBIA LAINE DE PAULA ANDRADE; TIEMI ARAKAWA; ALINE APARECIDA MONROE; TEREZA CRISTINA SCATENA VILLA. Desfecho dos casos de tuberculose em pessoas com HIV: subsídios para intervenção. Acta Paulista de Enfermagem, v. 32, n. 5, p. 554-563, Out. 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.