Busca avançada
Ano de início
Entree

Função autonômica de adultos expostos ao tabagismo passivo domiciliar

Processo: 15/10350-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ercy Mara Cipulo Ramos
Beneficiário:Vanessa de Melo Dantas
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Pneumologia   Poluição por fumaça de tabaco   Sistema nervoso autônomo   Variabilidade da frequência cardíaca   Métodos espectrais   Estudos experimentais

Resumo

O Sistema Nervoso Autônomo (SNA) é alterado em tabagistas ativos e a influência da exposição passiva a fumaça do cigarro de indivíduos saudáveis, que convivem com tabagistas, ainda é pouco conhecido na literatura. Assim torna-se necessário conhecer a extensão do prejuízo no SNA em indivíduos expostos ao tabagismo passivo. Objetivo: Analisar a função autonômica de adultos expostos ao tabagismo passivo domiciliar. Métodos: O estudo foi aprovado pelo Comitê Institucional, Protocolo CAAE: 07152212.0.0000.5402. Serão avaliados 76 indivíduos, divididos em dois grupos: grupo tabagista passivo (GTP), e grupo controle (GC). A função autonômica será avaliada por meio da variabilidade da frequência cardíaca (VFC), os índices da VFC serão avaliados na condição de repouso, por meio do cardiofrequencímetro Polar S810i em métodos lineares, no domínio do tempo (DT) e no domínio da frequência (DF) durante 20 minutos. No DT, serão verificados os índices RMSSD (ms), e SDNN (ms). Para análise no DF, serão verificados os componentes espectrais de baixa frequência (LF) em ms2 e unidades normalizadas (un), e alta frequência (HF em ms2 e un) e a razão entre estes componentes (LF/HF). Análise Estatística: Os dados serão analisados através do programa estatístico GraphpadPrism®. A normalidade na distribuição dos dados será avaliada pelo teste de Shapiro-Wilk. Para análise intergrupos será usado o teste de t de Student não pareado, e caso não haja normalidade dos dados será aplicado o teste de Mann-Whitney. Para a correlação será utilizado o teste de Pearson para dados normais e Spearman para dados não normais.O nível de significância será de p<0.05.