Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo de álcool durante a gestação: rastreio em município do Interior do Estado de São Paulo

Processo: 15/08279-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Débora Gusmão Melo
Beneficiário:Flávia Hashizume Baptista
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Gravidez   Transtornos induzidos por álcool   Epidemiologia

Resumo

O consumo de álcool durante a gravidez é um problema preocupante de saúde pública, em função da alta prevalência e das repercussões materno-fetais. O álcool causa alterações homeostásicas na gestante e atravessa a barreira placentária, causando teratogenicidade embriofetal. A quantidade segura de álcool que uma grávida poderia consumir não está bem definida na literatura, por isto, recomenda-se abstinência total durante toda gestação. Os objetivos dessa pesquisa são: (1) avaliar a prevalência de consumo de álcool durante a gravidez em uma amostra de puérperas da cidade de São Carlos, SP; (2) investigar fatores sociodemográficos, reprodutivos e dos recém-nascidos associados ao maior risco de consumo de bebidas alcoólicas durante a gravidez nessa amostra; e (3) promover educação em saúde relacionada a hábitos de vida saudáveis. Trata-se de pesquisa descritiva, transversal, que será desenvolvida na Maternidade da Santa Casa de Misericórdia de São Carlos, sobre amostra de conveniência, recrutada de forma sequencial, no período de junho a dezembro de 2015. A coleta de dados será realizada com auxílio de roteiro pré-definido para as informações sociodemográficas, reprodutivas e do recém-nascido, e preenchimento do questionário T-ACE, para identificação do padrão de consumo alcoólico. Após a coleta dos dados, as mulheres receberão material educativo sobre hábitos de vida saudáveis e eventuais dúvidas serão sanadas. Os resultados serão analisados estatisticamente e o nível de significância adotado será de 5%. Em última instância, pretende-se que esse estudo contribua com a assistência à saúde prestada à mulher e sirva de subsídio para construção de uma linha de cuidado integral para pacientes com atraso de desenvolvimento neuropsicomotor, deficiência intelectual e defeitos congênitos, na região.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FLAVIA HASHIZUME BAPTISTA; KLENIA BETHANIA BISPO ROCHA; JÚLIA LUSTOSA MARTINELLI; LUCIMAR RETTO DA SILVA DE AVÓ; RODRIGO ALVES FERREIRA; CARLA MARIA RAMOS GERMANO; DÉBORA GUSMÃO MELO. Prevalence and factors associated with alcohol consumption during pregnancy. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 17, n. 2, p. -, Jun. 2017.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.