Busca avançada
Ano de início
Entree

Movimento na defaunação: o papel do comportamento animal e as interações espaciais na mediação de cascatas tróficas, a divisão do nicho e a dinâmica de comunidades na Mata Atlântica

Processo: 15/11521-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Mauro Galetti Rodrigues
Beneficiário:Jose Ignacio Fernandez de La Pradilla Villar
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/01986-0 - Consequências ecológicas da defaunação na Mata Atlântica, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/20599-8 - Regulação da dinâmica de comunidades e ecossistemas por grandes herbívoros de florestas tropicais, BE.EP.PD
Assunto(s):Queixadas   Ecologia trófica   Dinâmica de comunidades   Mata Atlântica

Resumo

A defaunação é um dos principais fatores que sustentam a perda de biodiversidade e a interrupção dos processos e função dos ecossistemas em todo o mundo. Uma consequência importante da defaunação são as cascatas tróficas, onde a extirpação de espécies chave podem alterar a regulação "top-down" e "bottom-up" da estrutura do ecossistema. Por exemplo, a remoção de consumidores do ecossistema pode libertar os seus recursos de consumo dependente de densidade, com efeitos em cadeia noutros processos do ecossistema. No entanto, se os mecanismos comportamentais, tais como o comportamento anti-predador e interações sociais contribuiria para limitar e/ou regular o número de herbívoros e mediar cascatas tróficas na natureza ainda é uma questão de disputa.Em grandes extensões de Mata Atlântica Brasileira, a defaunação de herbívoros e predadores chave pode ter causado cascatas tróficas. Nesta proposta, sugerimos elucidar se o comportamento animal e a estrutura espacial desempenham um papel fundamental na formação das cascatas tróficas, a divisão do nicho, a estrutura da comunidade e a estabilidade nesse ecossistema. Vamos fazê-lo através da avaliação do impacto de diversos cenários de defaunação no movimento, o uso de habitat e seleção de alimentos de grandes herbívoros e pequenos mamíferos.O nosso primeiro objetivo é avaliar o impacto da divisão do nicho, a concorrência e predação no movimento de grandes herbívoros na Mata Atlântica. Para isso, utilizaremos armadilhas fotográficas, a fim de avaliar as co-ocorrências no uso do habitat de queixadas e outros grandes herbívoros e seus predadores. Utilizaremos dados de rádio-colar com GPS para investigar se os movimentos dos queixadas respondem à composição de herbívoro e predadores nos seus arredores ou na escala da paisagem.Em segundo lugar, iremos avaliar o impacto de grandes herbívoros em movimentos e divisão do nicho de pequenos mamíferos na Mata Atlântica. Usaremos técnicas isotópicas para avaliar como a presença de grandes herbívoros afeta a dieta em diferentes espécies de pequenos mamíferos, e pigmentos fluorescentes para investigar o impacto da presença de grandes herbívoros no movimento dos pequenos mamíferos e o seu uso de habitat. Estudaremos as respostas dentro e entre diferentes espécies de pequenos mamíferos, de modo a avaliar o potencial de grandes herbívoros e, indiretamente, predadores, para gerar novos nichos ecológicos que alteram os padrões de convivência entre espécies de pequenos mamíferos no sistema.Em terceiro lugar, iremos avaliar o impacto do movimento dos herbívoros e defaunação na estrutura e dinâmica espacial da comunidade na Mata Atlântica utilizando uma abordagem teórica. Para isso, usaremos "Individual-Based Models" para investigar como a defaunação e o movimento afeta a escala de interações e o padrão espacial numa abordagem espacialmente explícita. Além disso, avaliaremos como a defaunação afeta a estabilidade e a diversidade de comunidades de mamíferos em diferentes escalas espaciais e temporais, utilizando modelos de meta-comunidades.A combinação de abordagens empíricas e teóricas em um "experimento natural" único nos permitirá avaliar as consequências do desaparecimento das espécies de mamíferos chave da Mata Atlântica brasileira. Ao fazê-lo, esperamos informar ações de conservação destes sistemas, elucidar aspectos pouco estudados e controversos do comportamento animal e contribuir para a teoria ecológica.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.