Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade da macrofauna bentônica da Baía do Araçá, São Sebastião/SP

Processo: 15/15938-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Antonia Cecília Zacagnini Amaral
Beneficiário:Nathalia Oliveira Padovanni Pinto
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50317-5 - Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Biodiversidade   Manguezais   Bentos

Resumo

Restritos às regiões tropicais e subtropicais do mundo, os manguezais são ecossistemas costeiros sujeitos a inundações periódicas pelas marés e pela água doce, com fundo de areia e/ou lama, onde plantas típicas interagem com macro e micro organismos, tornando-se hábitats importantes para a reprodução, recrutamento e alimentação de uma ampla variedade de espécies. Devido à sua associação com o tipo de substrato e processos como a aeração do sedimento, decomposição de matéria orgânica e ciclagem de nutrientes, as comunidades macrobentônicas são submetidas a processos diferenciados a de outros organismos marinhos, sendo apontadas como um grupo adequado para o monitoramento ambiental. A Baía do Araçá é uma área com extensa planície de maré que apresenta pequenos núcleos de manguezais expostos a diversos tipos de ações antrópicas. Nesse sentido, o principal objetivo desse trabalho é analisar a estrutura e a distribuição da macrofauna do manguezal em relação ao ambiente, comparando-a com a da planície de maré em seu entorno, além de realizar a caracterização da biodiversidade das comunidades bentônicas. Para tanto, a metodologia consiste em transectos horizontais que possuem estações posicionadas de forma a obter amostras tanto da planície de maré quanto dos núcleos de manguezais, tornando possível a análise das diferenças na abundância e distribuição da macrofauna bentônica entre o manguezal e a planície de maré, de acordo com o tipo de sedimento e das condições ambientais.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.