Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos cardiorrespiratórios e sedativos da associação dexmedetomidina-nalbufina em cães submetidos a eletrorretinografia

Processo: 15/13557-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Silvia Renata Gaido Cortopassi
Beneficiário:Guilherme Soares Severo de Brito
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia   Sedativos   Dexmedetomidina   Nalbufina   Absorção intramuscular   Eletrorretinografia   Cães   Testes respiratórios   Estudo comparativo

Resumo

A eletrorretinografia é um exame diagnóstico que, de maneira objetiva e não invasiva, fornece informações a respeito do funcionamento da retina. Apesar de não se tratar de um procedimento doloroso, para a realização adequada do exame é necessário que o paciente permaneça imóvel e tal situação é garantida com o uso de sedação ou anestesia. Devido ao seu potente efeito sedativo, os fármacos agonistas ±2-adrenérgicos são muito utilizados neste procedimento. Desta forma, o objetivo deste estudo será avaliar e comparar os efeitos sedativos e cardiorrespiratórios das associações nalbufina-xilazina e nalbufina-dexmedetomidina em cães que serão submetidos à eletrorretinografia. Os animais serão distribuídos em dois grupos: nalbufina-xilazina (grupo NX) e nalbufina-dexmedetomidina (grupo ND). Os animais do grupo NX receberão nalbufina (0,2 mg/kg) associada a xilazina (0,3 mg/kg) pela via intramuscular e os animais do grupo ND receberão nalbufina (0,2 mg/kg) associado a dexmedetomidina (5 mcg/kg) também pela via intramuscular. Os resultados dos parâmetros vitais serão avaliados por meio do teste T de Student, enquanto que a comparação entre os grupos em relação aos escores de sedação será por meio do teste de Mann-Whitney, com grau de significância de 5% (p< 0,05). Ao término deste estudo, espera-se encontrar informações que possibilitem a indicação ou não deste protocolo sedativo para a realização do exame de eletrorretinografia em cães.