Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da relação entre obesidade central e pacientes portadores de aneurismas da aorta

Processo: 14/18276-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Antonio Eduardo Zerati
Beneficiário:Taina Curado Gomes de Barros
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Obesidade   Aneurisma aórtico   Gordura abdominal   Etiologia   Avaliação clínica   Procedimentos cirúrgicos vasculares   Tomografia computadorizada

Resumo

A patogênese do crescimento do aneurisma de aorta abdominal infra-renal (AAA) ainda não é totalmente definida. Importantes fatores são os marcadores inflamatórios como interleucina-6 e metaloproteinases específicas indutoras da degradação de colágeno e elastina na parede da aorta. Drogas de ação anti-inflamatória, como as estatinas, estão associadas à redução da taxa de crescimento do aneurisma diminuindo também a morbi-mortalidade perioperatória decorrente de eventos cardiovasculares. Todas as artérias, incluindo a aorta, são cercadas por tecido adiposo perivascular. Acredita-se que este tecido perivascular produza substâncias inflamatórias que podem ter participação na doença degenerativa arterial, principal etiologia dos aneurismas da aorta. A forma como a gordura é distribuída pode ser avaliada pelo estudo antropométrico de adiposidade feito pelas medidas da circunferência abdominal e relação quadril-cintura. A fase da respiração (inspiração ou expiração) no momento da medida, maior ou menor distensão abdominal alterando a circunferência de maneira não relacionada ao volume de gordura visceral e o posicionamento da fita métrica são fatores que podem causar oscilação nas medidas antropométricas. Já a tomografia computadorizada, método de escolha para a avaliação dos pacientes com aneurisma de aorta abdominal, pode ser utilizada para medida da gordura visceral em volume e área, trazendo maior exatidão nas medidas, além de permitir diferenciar a gordura subcutânea da intra-abdominal. Objetivos: O objetivo principal deste estudo é identificar o perfil de obesidade central nos pacientes portadores de aneurismas da aorta abdominal. Outro objetivo é estudar a relação da gordura abdominal com os aneurismas conforme o diâmetro transverso máximo. Casuística e método: Serão avaliadas as tomografias computadorizadas de abdome de 300 pacientes consecutivos acompanhados no Ambulatório de Aneurismas da Disciplina de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo atendidos entre 01 de Janeiro de 2012 e 30 de Junho de 2014. Utilizando o programa Osirix®, será determinada a área de gordura subcutânea e a área de gordura intra-abdominal dos pacientes com aneurisma de aorta abdominal, além do diâmetro transverso máximo da aorta infra-renal em milímietros. Será determinado o perfil de obesidade central, baseado nas áreas médias de gordura visceral e gordura subcutânea, dos pacientes com aneurismas pequenos (entre 30 e 50mm), médios (51 a 60mm) e grandes (e 61mm).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)