Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de genes envolvidos na ativação da via Nod-like receptor (NLR) em PBMCs de amostras sequenciais de pacientes com sepse secundária à pneumonia por PCR array em tempo real

Processo: 15/17109-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Reinaldo Salomão
Beneficiário:Felipe Barros de Francisco
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/20401-4 - Sepse: integrando a pesquisa básica e a investigação clínica II, AP.TEM
Assunto(s):Expressão gênica   Sepse   Monócitos   Proteínas NLR   Resposta imune

Resumo

Avaliação da expressão de genes envolvidos na ativação da via Nod-like receptor (NLR) em células mononucleares de sangue periférico (CMSP) de amostras sequenciais de pacientes com sepse secundária à pneumonia por PCR em tempo real. A sepse é uma manifestação inflamatória sistêmica produzida pelo organismo devido a uma infecção. Pode ser classificada pelos diferentes graus de comprometimento que ela causa ao individuo, isto é, sepse, sepse grave ou choque séptico. Um dos fatores que atribui complexidade a essa doença é a modulação da resposta imunológica que pode resultar em hiperresposta e hipo durante a sua evolução. No Brasil há carência de trabalhos epidemiológicos em sepse, porém alguns estudos como o Brazilian Sepsis Epidemiogical Study (BASES) e um levantamento multicêntrico desenvolvido por Sales e colaboradores demonstraram que a incidência de sepse é alta e sua mortalidade alcança quase 50% dos casos. Este índice nos chama a atenção para um problema de saúde pública. O processo inflamatório inicial da sepse é proveniente da resposta imune inata. Essa resposta envolve receptores como os Toll Like Receptors (TLR) que reconhecem os padrões moleculares associados aos patógenos (PAMPs). As células também possuem receptores intracelulares, como os nucleotid-binding oligomerization domain (NOD), ou Nod-like receptor (NLR). Os receptores NOD são capazes de sinalizar danos para as células. Podem desempenhar diversos papeis na ativação da resposta imune inata, como ativar as vias NF-ºB e MAPK, modular a expressão de receptores MHC, inibir a sinalização inflamatória e ativar a oligomerização dos inflamassomas. Este trabalho tem como objetivo, avaliar a expressão de genes envolvidos na cascata de ativação dos NLR em CMSP de pacientes sépticos para entendimento da atuação destes receptores na resposta imune contrária a sepse. Serão incluídos pacientes sépticos até 48 horas do diagnóstico (dia zero - D0) e após sete dias de seguimento (D7). A casuística a ser envolvida no estudo, deverá conter aproximadamente 30 pacientes com sepse secundária a pneumonia internados em UTI e 15 indivíduos sadios para comparação. Durante a análise dos resultados os pacientes também serão divididos em dois grupos, ou seja, sobreviventes e não sobreviventes. As CMSP serão separadas e mantidas em nitrogênio líquido até o momento da extração de RNA por meio do RNeasy mini kit (Qiagen). Em seguida será feito a síntese do DNA complementar. Placas de PCR array (Qiagen) serão customizadas para análise de 39 genes de interesse. Após a obtenção dos dados brutos, serão realizadas análises robustas com auxílio de softwares de bioinformática para maior entendimento da modulação da expressão dos genes envolvidos na cascata dos NLR, tais como Genesis e Ingenuity.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: