Busca avançada
Ano de início
Entree

Assinatura genômica em espécies de raias de água doce do gênero Potamotrygon motoro e p. falkneri (Chondrichthyes, Potamotrygonidae) no processo de ocupação da Bacia do Rio Paraná utilizando sequenciamento de segunda geração (NGS)

Processo: 15/08301-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Fausto Foresti
Beneficiário:Vanessa Paes da Cruz
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo de um único nucleotídeo   Repetições de microssatélites   Molecular   Marcador molecular

Resumo

Dentre os elasmobrânquios, as raias da família Potamotrygonidae representam uma importante parte da ictiofauna Neotropical, sendo o único grupo de elasmobrânquios totalmente restritos ao ambiente de água doce. Esta família compreende 26 espécies válidas, as quais se distribuem nos gêneros Heliotrygon, Paratrygon, Plesiotrygon e Potamotrygon. Na Bacia do rio Paraná, até o final dos anos 70, a ocorrência de raias era assinalada apenas para os trechos situados à jusante das Cachoeiras de Sete-Quedas, uma importante barreira geográfica situada no Município de Guaíra, Estado do Paraná. Com a construção da hidrelétrica de Itaipu nas proximidades da cidade de Guaíra - PR, houve o alagamento da região das Cachoeiras de Sete-Quedas, possibilitando a ampliação da área de ocorrência de diversas espécies de peixes que eram restritas apenas ao baixo e médio rio Paraná, promovendo uma drástica alteração na ictiofauna na bacia do alto Paraná. Dentre estas espécies, as raias Potamotrygon motoro e P. falkneri vem apresentando um grande crescimento populacional nestas áreas recentemente ocupadas. A esse respeito, considera-se a possibilidade do estabelecimento de uma nova dinâmica na estruturação populacional dessas espécies, o que acarretaria em uma profunda alteração nos potenciais evolutivos destas espécies. Assim, torna-se de extrema relevância a caracterização atual da variabilidade genética, caracterização das unidades evolutivas significativas e sua distribuição geográfica, caracterização de fluxo gênico, eventos históricos de expansões populacionais e estruturas familiares. Considerando as questões ecológicas relacionadas, a potencial aplicabilidade das informações genéticas e o conhecimento ainda insipiente a respeito destas espécies, este estudo buscará gerar informações sobre o status genético atual e histórico destas populações utilizando marcadores moleculares nas espécies P. motoro e P. falkneri existentes em diferentes regiões da Bacia do rio Paraná. Para as análises pretendidas serão desenvolvidos e aplicados marcadores de polimorfismo de nucleotídeo simples (single nucleotide polymorphism - SNP), os SNPs, a partir de sequenciamento de segunda geração (NGS), além de marcadores do tipo microssatélites, desenvolvidos para a espécie P. motoro e que apresentam grande tranferibilidade para P. falkneri. Procurar-se-á identificar possíveis diferenças genômicas associadas aos novos ambientes ocupados, com o uso de marcadores genéticos de segunda geração. Considera-se que os resultados obtidos poderão resultar em informações relevantes para uma melhor compreensão dos mecanismos envolvidos na diversificação da família Potamotrygonidae, ao caracterizar a variabilidade genética basal nas populações encontradas na bacia do baixo Rio Paraná e os genótipos estabelecidos nos representantes encontrados nos alto Rio Paraná. A utilização de tais marcadores possibilitará a caracterização da situação atual da estrutura genética das populações dessas espécies e fornecerá informações a respeito do processo de estabelecimentos de genótipos específicos nos novos ambientes de ocorrência.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUSA RANGEL, B.; PAES DA CRUZ, V.; RODRIGUES, A.; GOES DE ARAUJO, M. L.; OLIVEIRA, C.; FORESTI, F.; GUIMARAES MOREIRA, R. Sympatric and syntopic occurrence of cownose rays: Neonatal strategies for survival?. Journal of Applied Ichthyology, v. 33, n. 3, p. 542-545, JUN 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.