Busca avançada
Ano de início
Entree

Assinatura genômica em espécies de raias de água doce do gênero Potamotrygon motoro e P. falkneri (Chondrichthyes, Potamotrygonidae) no processo de ocupação da Bacia do Rio Paraná utilizando sequenciamento de segunda geração (NGS)

Processo: 15/08301-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Fausto Foresti
Beneficiário:Vanessa Paes da Cruz
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo de um único nucleotídeo   Repetições de microssatélites   Marcador molecular   Variação genética   Ictiofauna   Potamotrygonidae

Resumo

Dentre os elasmobrânquios, as raias da família Potamotrygonidae representam uma importante parte da ictiofauna Neotropical, sendo o único grupo de elasmobrânquios totalmente restritos ao ambiente de água doce. Esta família compreende 26 espécies válidas, as quais se distribuem nos gêneros Heliotrygon, Paratrygon, Plesiotrygon e Potamotrygon. Na Bacia do rio Paraná, até o final dos anos 70, a ocorrência de raias era assinalada apenas para os trechos situados à jusante das Cachoeiras de Sete-Quedas, uma importante barreira geográfica situada no Município de Guaíra, Estado do Paraná. Com a construção da hidrelétrica de Itaipu nas proximidades da cidade de Guaíra - PR, houve o alagamento da região das Cachoeiras de Sete-Quedas, possibilitando a ampliação da área de ocorrência de diversas espécies de peixes que eram restritas apenas ao baixo e médio rio Paraná, promovendo uma drástica alteração na ictiofauna na bacia do alto Paraná. Dentre estas espécies, as raias Potamotrygon motoro e P. falkneri vem apresentando um grande crescimento populacional nestas áreas recentemente ocupadas. A esse respeito, considera-se a possibilidade do estabelecimento de uma nova dinâmica na estruturação populacional dessas espécies, o que acarretaria em uma profunda alteração nos potenciais evolutivos destas espécies. Assim, torna-se de extrema relevância a caracterização atual da variabilidade genética, caracterização das unidades evolutivas significativas e sua distribuição geográfica, caracterização de fluxo gênico, eventos históricos de expansões populacionais e estruturas familiares. Considerando as questões ecológicas relacionadas, a potencial aplicabilidade das informações genéticas e o conhecimento ainda insipiente a respeito destas espécies, este estudo buscará gerar informações sobre o status genético atual e histórico destas populações utilizando marcadores moleculares nas espécies P. motoro e P. falkneri existentes em diferentes regiões da Bacia do rio Paraná. Para as análises pretendidas serão desenvolvidos e aplicados marcadores de polimorfismo de nucleotídeo simples (single nucleotide polymorphism - SNP), os SNPs, a partir de sequenciamento de segunda geração (NGS), além de marcadores do tipo microssatélites, desenvolvidos para a espécie P. motoro e que apresentam grande tranferibilidade para P. falkneri. Procurar-se-á identificar possíveis diferenças genômicas associadas aos novos ambientes ocupados, com o uso de marcadores genéticos de segunda geração. Considera-se que os resultados obtidos poderão resultar em informações relevantes para uma melhor compreensão dos mecanismos envolvidos na diversificação da família Potamotrygonidae, ao caracterizar a variabilidade genética basal nas populações encontradas na bacia do baixo Rio Paraná e os genótipos estabelecidos nos representantes encontrados nos alto Rio Paraná. A utilização de tais marcadores possibilitará a caracterização da situação atual da estrutura genética das populações dessas espécies e fornecerá informações a respeito do processo de estabelecimentos de genótipos específicos nos novos ambientes de ocorrência.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUSA RANGEL, B.; PAES DA CRUZ, V.; RODRIGUES, A.; GOES DE ARAUJO, M. L.; OLIVEIRA, C.; FORESTI, F.; GUIMARAES MOREIRA, R. Sympatric and syntopic occurrence of cownose rays: Neonatal strategies for survival?. Journal of Applied Ichthyology, v. 33, n. 3, p. 542-545, JUN 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.