Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da adição de microssílica na composição do solo-cimento plástico produzido com agregados reciclados de concreto

Processo: 15/13497-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Construção Civil
Pesquisador responsável:Antonio Anderson da Silva Segantini
Beneficiário:Yuri Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Fundações (engenharia)   Materiais de construção   Resíduos de construção   Agregados   Solo-cimento   Plásticos

Resumo

A construção civil é uma atividade contínua, que muitas vezes cresce em ritmo acelerado. Apesar de seus inegáveis benefícios à sociedade, a construção civil é também responsável por grande geração de resíduos sólidos que muitas vezes são descartados de forma inadequada e irregular. Visando estudar possibilidades para o reaproveitamento destes resíduos, na forma de agregados reciclados, diversos trabalhos vêm sendo conduzidos na UNESP em Ilha Solteira, entre os quais se destacam os estudos realizados com SCP - solo-cimento plástico. Nas pesquisas iniciais, utilizando um solo arenoso fino, predominante em mais de 50% do Estado de São Paulo, observou-se que o SCP plástico apresentou alta porosidade e baixas resistências iniciais, ficando evidente a necessidade de se avançar nas pesquisas em busca de melhores resultados. Desta forma, propõe-se neste trabalho estudar a adição de microssílica no SCP produzido com agregados reciclados de concreto, visando desta forma a obtenção de um material compacto e mais resistente. Serão realizados ensaios de caracterização dos materiais em estudo, além de ensaios para a determinação da resistência e do módulo de elasticidade do SCP ao longo do tempo. Serão estudadas dosagens contendo 20%, 40% e 60% de agregados reciclados de concreto, com 10%, 15% e 20% de cimento, em relação à massa total. Os ensaios de compressão simples com determinação do módulo de elasticidade serão realizados aos 7, 28, 56, 120 e 240 dias. Estudos anteriores indicaram que o SCP continua ganhando resistência de forma considerável até 240 dias, razão pela qual se propõe ensaios até esta idade. Este trabalho será realizado no laboratório de engenharia civil da UNESP em Ilha Solteira-SP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)