Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do fenótipo mutador de isolados de Proteus Mirabilis

Processo: 15/11348-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Rodrigo da Silva Galhardo
Beneficiário:Marina Rocha Borges da Fonseca
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reparo do DNA   Mutagênese   Proteus mirabilis   Microbiologia

Resumo

Cepas que apresentam maiores taxas de mutação (mutadoras) foram detectadas em diversos gêneros bacterianos. Nestas, o aumento nas taxas de mutação está relacionado a defeitos em sistemas de reparo de DNA. Desde 1885, Bactérias do gênero Proteus, foram descritas como gram-negativas e excretoras de gelatinase, mas durante experimentos realizados no final do século XX, algumas cepas de Proteus mirabilis apresentaram uma alta taxa de surgimento de colônias não excretoras de gelatinase, fenótipo que se mostrou irreversível e desvantajoso quando testado em relação ao curso da infecção. Observações semelhantes foram feitas para o fenótipo de auxotrofia, onde 54% das colônias estudadas, inicialmente prototróficas, apresentaram surgimento de mutantes auxotroficos em frequências maiores que 10-3. Este fenótipo também se mostrou irreversível e, além disso, o mesmo fenômeno de instabilidade genética foi induzido em Escherichia coli, quando transformada com um plasmídeo de resistência de P. mirabilis. As observações não foram esclarecidas pelos pesquisadores que as descreveram, e considerando o alto índice de infecções hospitalares causadas por P. mirabilis, é importante descrever a ocorrência de cepas mutadoras em isolados clínicos da espécie, assim como foi feito para organismos como Escherichia coli e Salmonella typhimurium. Pretendemos observar a incidência deste fenômeno e identificar os mecanismos moleculares que levam ao fenótipo mutador em P. mirabilis.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FONSECA, MARINA R. B.; SATO, JULIANA L.; LIMA-NORONHA, MARCO A.; MIGLIORINI, LETICIA B.; FERNANDEZ-SILVA, FRANK S.; GALHARDO, RODRIGO S. Increased mutability to fosfomycin resistance in Proteus mirabilis clinical isolates. INFECTION GENETICS AND EVOLUTION, v. 58, p. 27-33, MAR 2018. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FONSECA, Marina Rocha Borges da. Caracterização do fenótipo mutador de isolados de Proteus mirabilis.. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.