Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificação e realce de acidente vascular cerebral em imagens de tomografia computadorizada de alta resolução com processamento de imagens

Processo: 14/22296-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 02 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:Diana Rodrigues de Pina Miranda
Beneficiário:Allan Felipe Fattori Alves
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/05321-8 - Processamento de imagens aplicado a segmentação e classificação de texturas em imagens biomédicas, BE.EP.DR
Assunto(s):Acidente vascular cerebral   Diagnóstico por imagem   Processamento de imagens   Ressonância magnética   Tomografia computadorizada

Resumo

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é um dos maiores causadores de mortes no mundo. Considerando todas as causas de morte no Brasil, o AVC é o principal causador, sendo que em 2009 foi responsável por 10,2 % dos óbitos registrados. Existem 2 tipos de AVC, o isquêmico corresponde a 87% dos casos e o hemorrágico, a 13% dos casos. O diagnóstico de ambos os tipos deve ser feito precocemente para evitar o comprometimento cerebral irreversível. A tomografia computadorizada de alta resolução (TCAR) e a ressonância magnética nuclear (RMN) são as duas principais técnicas de diagnóstico por imagem utilizadas para detectar o AVC. A RMN é uma técnica que proporciona melhor detecção de áreas hipodensas, porém é um exame mais caro e com tempo de execução maior. A TCAR possui menor custo e maior acessibilidade da população, portanto ainda é o principal método de diagnóstico de AVC. Na maioria dos casos, a avalição da área cerebral é realizada de maneira subjetiva, podendo levar a dificuldades na determinação da região comprometida. Esta pesquisa propõe a implementação de um sistema de segmentação de imagens, com realce de áreas de AVC isquêmico e quantificação destas regiões em exames retrospectivos. Serão utilizados diferentes métodos de processamento de imagem para realce e detecção de padrões como filtros morfológicos de detecção, análise de frequências via Wavelets e emprego de lógica Fuzzy. O grande diferencial desta proposta é associar diferentes métodos de processamento de imagem e otimizá-los para melhorar a visualização e realizar a quantificação do AVC. Nesse sentido ainda propomos uma correlação inédita entre a análise objetiva com a análise subjetiva realizada pelo radiologista, além da comparação entre o método de TCAR com a RMN e a Tomografia por Perfusão em tempos posteriores. Por fim iremos desenvolver também um programa de diagnóstico auxiliado pelo computador para auxiliar o radiologista a fazer a detecção de AVC trazendo informações quantitativas das áreas cerebrais afetadas. Todos estes fatores contribuirão para que o diagnóstico do AVC isquêmico em imagens de TCAR seja mais preciso e seguro.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALVES, Allan Felipe Fattori. Image processing for enhancement of ischemic stroke in computed tomography examinations. 2019. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.