Busca avançada
Ano de início
Entree

Emprego de poliuretano na produção de adsorventes catiônicos para tratamento de águas residuárias

Processo: 15/14944-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Rosane Freire Boina
Beneficiário:Gabrielle Oriente Menezes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Metais   Efluentes industriais   Adsorção (tratamento de água)   Tratamento de águas residuárias

Resumo

O setor industrial é um dos que mais provoca danos ao meio ambiente devido ao lançamento de seus efluentes nos corpos d'água. De fato, a industrialização cresce mais a cada dia e, com isso, faz-se necessário a redução dos níveis de poluição mesmo com o aumento da produção. Nesse âmbito, devido às dificuldades que o Brasil está enfrentando com a obtenção de água potável em diversas regiões, o lançamento desses torna-se uma situação agravante. Dentro deste contexto, essa proposta de projeto de pesquisa objetiva empregar resíduos de espumas de poliuretano, na preparação de novos adsorventes catiônicos para o tratamento de águas residuárias, cuja composição apresenta metais dissolvidos. Esse processo torna-se importante devido à falta de abordagem do tema no Brasil, assim contribuindo para a melhoria no campo de pesquisa desta área. A imobilização dos grupos orgânicos de diferentes ácidos, como p-aminobenzóico e L-cisteína, serão efetuadas quimicamente, através da ativação da espuma com glutaraldeído. Os novos adsorventes serão caracterizados por determinação dos teores de nitrogênio em sua estrutura química, bem como a determinação das capacidades máximas de adsorção de cátions inorgânicos em função do tempo da concentração. A aplicação da nova metodologia será avaliada percolando-se quantidades de água com níveis de concentrações de cátions inorgânicos conhecidos, como Pb, Zn, Cu e Ni, através de colunas empacotadas com os referidos adsorventes. (AU)