Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de perfis microbianos humanos e sua relação com o câncer

Processo: 15/01507-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:João Carlos Setubal
Beneficiário:Andrew Maltez Thomas
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/23527-2 - Identificação de biomarcadores microbianos no câncer colorretal através da caracterização metagenômica a nível de cepa, BE.EP.DR
Assunto(s):Biologia computacional   Radioterapia

Resumo

Na espécie humana, a quantidade de células microbianas é 10 vezes maior que as próprias células humanas. Hoje sabemos que esse nosso metagenoma influencia diversos processos, tais como o metabolismo, o desenvolvimento dos tecidos, a inflamação e imunidade. Certos locais do corpo humano possuem um contato maior com o ambiente externo, tornando o papel que o microbioma possui, mais proeminente. O estudo dos perfis microbianos destes locais pode colaborar com um conhecimento maior sobre sua relação no desenvolvimento de doenças causadas por agentes infeciosos, inclusive o câncer, pois estima-se que eles tenham um papel central em cerca de 20% de todas as neoplasias. Para avaliar a relação bacterioma:câncer iremos: 1) caracterizar a diversidade bacteriana existente em amostras de suco gástrico de indivíduos com lesões pré-neoplásicas (n=30) ou com câncer gástrico (n=40), comparados a indivíduos sem alterações clínicas relevantes (n=30); 2) caracterizar a diversidade bacteriana existente em amostras de biópsias de indivíduos com adenocarcinomas retais (n=18), comparados a biópsias de indivíduos livres de alterações clínicas relevantes (n=18); e 3) avaliar temporalmente a diversidade bacteriana em biópsias de indivíduos com tumores colorretais antes e após radioterapia (n= 40) em 3 intervalos de tempo diferentes, a fim de determinar se perturbações bacterianas possuem uma relação com o desenvolvimento da retite actínica. Para tanto, iremos usar uma abordagem multidisciplinar que irá englobar aspectos de genômica, como o sequenciamento de nova geração do gene 16S rRNA bacteriano, e aspectos avançados de bioinformática para analisar os resultados do sequenciamento. Concomitantemente, iremos minerar bancos de dados públicos usando um pipeline bioinformático afim de investigar a presença de DNA ou RNA bacteriano, buscando validar os achados do sequenciamento de nova geração. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Bactérias do intestino podem ser usadas para prever ocorrência de câncer colorretal 
Estudo investiga envolvimento de bactérias intestinais no câncer de reto 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.