Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do protocolo de overtraining baseado em contrações excêntricas sobre a via inflamatória e da Mtor no coração de camundongos C57BL/6

Processo: 15/13275-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Adelino Sanchez Ramos da Silva
Beneficiário:Gustavo Paroschi Morais
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Overtraining   Serina-treonina quinases TOR   Inflamação   Miocárdio   Camundongos   Exercício excêntrico   Ingestão de alimentos   Análise de variância   Fisiologia molecular

Resumo

O overreaching não funcional (NFOR) induzido pelo exercício excêntrico (EE) em camundongos está associado com a inflamação crônica de baixa intensidade em amostras de músculo esquelético e soro. Além disso, sabe-se que o miocárdio também tem a capacidade de produzir citocinas pró-inflamatórias e que a via da mTOR (mammalian target of rapamycin) tem um efeito cardioprotetor sobre as mesmas. No entanto, as adaptações do coração em resposta ao NFOR induzido pelo EE ainda não foram investigadas. Sendo assim, o principal objetivo desse estudo é verificar o efeito do protocolo de overtraining baseado em sessões crônicas de EE sobre o conteúdo protéico e ativação das proteínas relacionadas à hipertrofia fisiológica do músculo cardíaco de camundongos - Akt (Protein kinase B) mTOR (mammalian target of rapamycin), S6K (S6 kinase), 4EBP1 (4E binding protein) - e sobre o conteúdo protéico das citocinas pró-inflamatórias interleucina 1beta (IL-1beta), 6 (IL-6) e fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa) em músculo cardíaco de camundongos. Os animais serão divididos em 4 grupos: Naive (N; camundongos sedentários), Controle (CT; camundongos sedentários submetidos aos testes físicos), Treinado (TR; camundongos submetidos ao protocolo de treinamento) e Overtraining (OT; camundongos submetidos ao protocolo de OT com corrida na descida). Os camundongos serão avaliados diariamente quanto a variação do peso corporal e ingestão alimentar. O conteúdo e ativação das proteínas serão avaliados no ventrículo esquerdo do músculo cardíaco através da técnica de immunoblottig. Para comparação entre os grupos será utilizada a análise de variância seguida de teste para comparação múltipla de média. Será adotado o nível de significância de pd0.05.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA ROCHA, ALISSON L.; PINTO, ANA P.; TEIXEIRA, GIOVANA R.; PEREIRA, BRUNO C.; OLIVEIRA, LUCIANA C.; SILVA, ADRIANA C.; MORAIS, GUSTAVO P.; CINTRA, DENNYS E.; PAULI, JOSE R.; DA SILVA, ADELINO S. R. Exhaustive Training Leads to Hepatic Fat Accumulation. Journal of Cellular Physiology, v. 232, n. 8, p. 2094-2103, AUG 2017. Citações Web of Science: 8.
PINTO, ANA PAULA; DA ROCHA, ALISSON LUIZ; PEREIRA, BRUNO CESAR; OLIVEIRA, LUCIANA DA COSTA; MORAIS, GUSTAVO PAROSCHI; MOURA, LEANDRO PEREIRA; ROPELLE, EDUARDO ROCHETE; PAULI, JOSE RODRIGO; RAMOS DA SILVA, ADELINO SANCHEZ. Excessive training is associated with endoplasmic reticulum stress but not apoptosis in the hypothalamus of mice. APPLIED PHYSIOLOGY NUTRITION AND METABOLISM, v. 42, n. 4, p. 354-360, APR 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.