Busca avançada
Ano de início
Entree

O conflito social em Axel Honneth: um estudo sobre a crítica do poder

Processo: 15/11172-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Luiz Sérgio Repa
Beneficiário:Priscila Hidaka Fávaro
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/11611-3 - Esfera pública e reconstrução: sobre a constituição de um paradigma reconstrutivo no campo da Teoria Crítica, AP.TEM
Assunto(s):Conflito social   Reconhecimento   Poder (psicologia)   Intersubjetividade

Resumo

Este projeto busca, por meio da leitura de Crítica do Poder, tese de doutorado de Axel Honneth, com auxílio de outros escritos do filósofo, entender o papel central exercido pelo conflito social no pensamento deste autor naquele período. Embora Luta por Reconhecimento seja considerado o principal livro de Honneth - visto que a partir dele o paradigma do reconhecimento passou a pautar muitas das pesquisas da Teoria Crítica -, gostaríamos de nos concentrar em obras anteriores, especialmente em Crítica do Poder, pois esta parece possuir muitas tensões por se encontrar em um momento de transição entre os primeiros escritos de Honneth e o que será desenvolvido em sua obra mais conhecida. Em sua tese, o filósofo começa a esboçar e apenas a sugerir o modelo teórico que será exposto de modo sistemático somente mais tarde. Pretendemos, portanto, fazer uma leitura de Crítica do Poder "em seu tempo", verificando quais elementos contidos ali referentes ao conflito social já eram encontrados em obras anteriores do filósofo e, da mesma forma, quais formulações presentes no livro sobre o mesmo assunto já apontavam para o que se apresentará mais tarde em Luta por reconhecimento. A escolha desse tipo de abordagem é motivada por nos parecer fundamental compreender, em primeiro lugar, a razão pela qual o conflito social assume papel tão central na obra de Honneth. Em outras palavras, a questão que gostaríamos de responder é: para Honneth, o que há de propriamente crítico em uma teoria social do conflito? (AU)