Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de genes homólogos e ortólogos da família multigênica SAP em linhagens de Trypanosoma Cruzi e outras espécies do clado Trypanosoma Cruzi

Processo: 15/14942-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:José Franco da Silveira Filho
Beneficiário:Fernanda Sycko Uliana Marchiano
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51475-3 - Biologia molecular e celular do parasitismo por Trypanosoma cruzi, AP.TEM
Assunto(s):Família multigênica   Invasão celular   Biologia molecular   Trypanosoma cruzi

Resumo

Os tripanossomas são parasitas unicelulares pertencentes à ordem Kinetoplastida, família Trypanosomatidae. O gênero Trypanosoma compreende diversas espécies com ampla distribuição geográfica e que variam tanto em comportamento biológico como em patogênicidade. A invasão celular é uma etapa crucial no estabelecimento da infecção em vertebrados pelo Trypanosoma cruzi. Este parasita utiliza um vasto repertório de moléculas de superfície e de moléculas secretadas no meio extracelular que interagem com componentes da célula de mamíferos ativando vias de sinalização induzindo a mobilização de cálcio intracelular, um evento fundamental para a interiorização do parasita. A família multigênica SAP (Serine- Alanine- and Proline- rich Protein) de T. cruzi codifica polipeptídeos ricos em resíduos de serina, alanina e prolina que se caracterizam pela presença de um domínio central de 513 pb (171 aminoácidos), denominado SAP-CD. Trabalhos anteriores de nosso grupo demonstraram a participação de SAP na interação e invasão de células de mamíferos pelas formas metacíclicas de T. cruzi. Tendo em vista o relevante papel da SAP, nosso objetivo é investigar e caracterizar genes homólogos e ortólogos da família SAP nas linhagens do T. cruzi, na subespécie T. c. marinkellei e em diferentes espécies do clado T. cruzi. Para isso, serão utilizadas duas estratégias diferentes:1) Busca por ferramentas de bioinformática de genes homólogos e ortólogos nos bancos de dados de genoma (GenBank, TritrypDB e DP-ICB-USP).2) Amplificação por PCR do gene SAP dos genomas que ainda não foram sequenciados. As variantes SAP de diferentes isolados serão sequenciadas e mapeadas por hibridização em bandas cromossômicas separadas por PFGE ("pulsed field gel electrophoresis"). 3) Árvores filogenéticas serão construídas com as sequências SAP completas procurando entender a evolução desta família multigênica entre as diferentes espécies do clado T. cruzi.