Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos de simulação de formação de poluentes (CO, NOx e HC) em motores a etanol

Processo: 15/17041-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Engenharia Térmica
Convênio/Acordo: Peugeot Citroën
Pesquisador responsável:Waldyr Luiz Ribeiro Gallo
Beneficiário:Alessandro José Truta Beserra de Lima
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50238-3 - Estudo conceitual de um motor avançado a etanol, AP.BIOEN.CPE
Assunto(s):Motores de combustão interna   Biocombustíveis   Etanol   Termodinâmica   Equilíbrio químico   Cinética química   Emissão de gases   Poluentes gasosos

Resumo

A matriz energética brasileira no setor de transportes possui 17% da energia oriunda de biocombustíveis, tais com biodiesel e etanol, onde 14% correspondem ao etanol (6% anidro e 8% hidratado) (MME - 2014). Há muitos investimentos em pesquisas voltadas ao setor agrícola no plantio da cana de açúcar e também na etapa industrial de produção do etanol. Mas após a década de 80, quando as montadoras pararam fabricar veículos com motores dedicados a etanol, houve uma estagnação no estudo de melhoramentos dos motores a etanol. Apesar do aparecimento dos motores flex-fuel, capazes de operar com etanol, há mais estudos para os motores por ignição por centelha utilizando gasolina, ou a mistura dos dois combustíveis. O objetivo deste projeto é contribuir para o avanço tecnológico dos motores por ignição por centelha a etanol, desenvolvendo modelos de simulação de formação de emissões brutas de NOx, CO e UHC a serem utilizados nos futuros modelos de simulação de desempenho e emissões de motores a etanol modificados e otimizados. Será usado um modelo termodinâmico fenomenológico de um motor típico a etanol, que consiste em uma análise da primeira e segunda leis da termodinâmica, incluindo ainda o equilíbrio químico das principais espécies e modelos de formação de poluentes. Com este trabalho se pretende desenvolver ferramentas de simulação de formação de poluentes em motores a etanol, que posteriormente serão usados em um modelo de simulação de um motor avançado a etanol, que incorpora modernas tecnologias. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.