Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos no potencial biotecnológico de Mucor inaequisporus e outros isolados de Mucorales para a produção de produtos de alto valor agregado

Processo: 15/18692-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 07 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 06 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Edson Rodrigues Filho
Beneficiário:Enzo Monte Canedo
Supervisor no Exterior: Lew Paul Christopher
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Lakehead University, Canadá  
Vinculado à bolsa:11/09580-4 - Estudo do potencial de aplicação biotecnológica de Mucor sp. isolado de Syzygium cumini (L.) Skeels, BP.DD
Assunto(s):Mucorales   Biotecnologia   Tratamento de resíduos

Resumo

O uso de fungos da ordem Mucorales na biotecnologia industrial é um campo de crescente interesse para o potencial na produção de biocombustíveis e outros produtos de alto valor agregado. O projeto de doutorado sanduíche proposto tem dois principais objetivos: 1) realizar o screening de novos isolados de fungos da ordem Mucorales para avaliar o potencial biotecnológico na produção de lipídeos e etanol; 2) dar continuidade ao estudo de caracterização e otimização de Mucor inaequisporus, isolado de Syzygium cumini (L.) Skeels nas áreas de produção de biodiesel e tratamento de resíduos. O projeto irá focar em: 1) uso de resíduos de material lignocelulósico como lixo sólido municipal, resíduos de escritório e lodo de papel para a produção de açúcares fermentáveis e produtos de alto valor agregado (como etanol e ácido lático, por exemplo) e 2) otimizar o rendimento da produção de óleo microbiano intracelular para a produção de biodiesel e ácidos graxos insaturados de alto valor comercial. Nossos experimentos recentes demonstraram o potencial do fungo Mucor inaequisporus para produzir enzimas como celulases, poligalacturanases e xilanases. Essas enzimas podem ser utilizadas para hidrolisar resíduo lignocelulósico para açúcares fermentáveis. Mucor inaequisporus também demonstrou capaz de acumular lipídeos em excesso de 30% de biomassa seca. Esses lipídeos podem ser utilizados como material de partida na produção de biodiesel ou como uma fonte de ácidos graxos insaturados de alto valor agregado como ácido ³-linolênico. Utilizando M. inaequisporus como referência e controle, os seguintes passos serão executados durante o estágio: 1) Screening de novos isolados de fungos Mucorales para o acúmulo de lipídeos e produção de etanol; 2) Avaliação do potencial dos melhores isolados para produzir enzimas hidrolíticas (como celulases e xilanases) e hidrolisar material de resíduo lignocelulósico (lodo de papel e resíduos, resíduo sólido municipal) para açúcares fermentáveis e possivelmente outros produtos de valor agregado; 3) Determinar o rendimento de lipídeos e sua composição dos melhores isolados em diferentes fontes de carbono para a produção de ácidos graxos e biodiesel. Esperamos que o estágio sanduíche no Biorefining Research Institute (BRI) sob a supervisão do Prof. Dr. Lew Paul Christopher irá contribuir imensamente e expandir nosso conhecimento sobre fungos da ordem Mucorales e seu potencial de aplicação biotecnológico.