Busca avançada
Ano de início
Entree

Dor musculoesquelética e qualidade de vida em voz em indivíduos disfônicos

Processo: 15/10637-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Kelly Cristina Alves Silverio
Beneficiário:Ana Carolina Ramos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Dor   Voz   Qualidade de vida   Distúrbios da voz

Resumo

Introdução: Quando a voz não desempenha alguma dessas funções corretamente, temos um quadro denominado disfonia. Alguns tipos de disfonias, geralmente causados por desordem do comportamento vocal, podem ter manifestações que vão além da fonte e filtro, manifestando-se como desconfortos corporais, principalmente dores na região cervical e de cintura escapular. Levando-se em consideração os sintomas vocais, laríngeos e corporais, pode-se inferir que a disfonia gera um impacto que vai além das alterações na produção vocal, estendendo-se para um impacto na qualidade de vida do indivíduo. Devido à ausência de estudos na literatura que associassem a frequência e a intensidade da dor musculoesquelética com a qualidade de vida de pacientes disfônicos, verifica-se que há necessidade de se compreender melhor a influência da dor musculoesquelética na qualidade de vida de sujeitos disfônicos, buscando contribuir com o clínico, fornecendo evidências científicas para melhor direcionar a terapia nos distúrbios vocais. Objetivo: Caracterizar e analisar a relação entre frequência e intensidade da dor musculoesquelética com a qualidade de vida de sujeitos disfônicos e não disfônicos. Metodologia: Será realizado um estudo transversal, observacional, randomizado e retrospectivo. Para compor o grupo disfônico (GD) serão estudados indivíduos de ambos os sexos, na faixa etária de 18 a 45 anos de idade, que procuraram o Setor de Voz da Clínica-Escola de Fonoaudiologia da FOB/USP no período de 01 de janeiro de 2013 a 30 de novembro de 2015 e que foram diagnosticados com quadro de disfonia funcional ou organofuncional. Para compor o grupo não disfônico (GND) serão selecionados indivíduos sem queixas vocais, sem história de disfonia e com vozes classificadas como equilibradas por meio de triagem fonoaudiológica. Os indivíduos do GND serão pareados de acordo com o número de sujeitos, idade e sexo dos indivíduos do GD. Para a presente pesquisa, serão utilizados os protocolos "Qualidade de Vida em Voz (QVV)" e "Questionário de Investigação da Dor Musculoesquelética". Também serão coletados dados de identificação, saúde geral e vocal, e tipo de disfonia. Os dados serão organizados e submetidos à análise estatística descritiva dos dados dos domínios do QVV e da frequência e intensidade da dor musculoesquelética. Será realizada também a correlação dos domínios do QVV com a frequência e intensidade da dor musculoesquelética, sendo o teste selecionado após a análise dos histogramas, e opção por testes paramétricos ou não-paramétricos, considerando-se uma significância de 5%. Os resultados encontrados serão comparados com a literatura disponível.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS, ANA CAROLINA; FLORO, REBECA LIASCHI; RIBEIRO, VANESSA VEIS; BRASOLOTTO, ALCIONE GHEDINI; ALVES SILVERIO, KELLY CRISTINA. Musculoskeletal Pain and Voice-related Quality of Life in Dysphonic and Non-dysphonic Subjects. JOURNAL OF VOICE, v. 32, n. 3, p. 307-313, MAY 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.