Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do LLLT na reparação de defeito ósseo crítico em ratos expostos ou não a fumaça de cigarro e com deficiência estrogênica

Processo: 15/10845-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Neves Jardini
Beneficiário:Gabriel Oblack Barbosa
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Metabolismo ósseo   Defeitos ósseos   Remodelação óssea   Reparo ósseo   Cicatrização   Terapia a laser de baixa intensidade   Laser de baixa intensidade   Análise de variância   Histomorfometria

Resumo

O reparo e cicatrização óssea envolvem eventos celulares complexos que necessitam de um tempo maior de ação das células para que haja a completa regeneração do tecido ósseo. O tabagismo e a deficiência estrogênica são condições que sabidamente prejudicam e retardam esses importantes processos aos quais o tecido ósseo é submetido. Os componentes tóxicos do cigarro são responsáveis por seu impacto negativo sobre osso. O estrogênio é conhecido como um dos principais hormônios reguladores do metabolismo ósseo, e a sua deficiência no organismo está ligada à maior remodelação óssea. Com isso, este estudo se propõe avaliar por meio de histomorfometria, a influência do LLLT aplicado em defeitos críticos em calota de ratas com deficiência estrogênica e sob o efeito da fumaça de cigarro. Para isso, serão utilizadas 120 ratas adultas (Rattus norvegicus, variação albinus, Wistar) com 90 dias de idade, divididas aleatoriamente em quatro grupos experimentais, cada um contendo 30 animais: G1:OVZ exposto à fumaça de cigarro, G2 OVZ não exposto à fumaça de cigarro, G3: SHAM exposto à fumaça de cigarro, G4 SHAM não exposto à fumaça de cigarro. Os animais serão submetidos à cirurgia para a confecção de defeito crítico na calota craniana e também à terapia com laser. Os animais serão eutanasiados por perfusão cardíaca nos períodos 21, 45 e 60 dias. A análise histomorfométrica será realizada e os dados obtidos serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e teste de Tukey, ambos com nível de significância convencional de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)