Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptações no setor de saúde para o enfrentamento das doenças de transmissão hídrica no contexto de mudanças climáticas

Processo: 14/26007-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 06 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Sonia Regina da Cal Seixas
Beneficiário:Gabriela Farias Asmus
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia ambiental   São Paulo   Mudança climática   Doenças transmissíveis   Qualidade da água   Crise hídrica   Políticas públicas de saúde

Resumo

As evidências dos impactos das mudanças climáticas na saúde humana têm se acumulado na literatura, com identificação de uma série de efeitos diretos e indiretos associados à exposição a temperaturas mais altas e eventos extremos como secas e inundações. A incidência de doenças de transmissão hídrica são consequências potenciais destes eventos, em especial, em países cuja injustiça social desloca populações para áreas inadequadas e sem serviços básicos de saneamento, educação e saúde. Independente de se haver certeza científica das dimensões e impactos das mudanças climáticas nas populações, é prudente que se iniciem medidas de adaptações, sobretudo no setor de saúde. Esta investigação se propõe avaliar as medidas planejadas pelo setor de saúde - ou associadas ao setor de saúde - para o enfrentamento das mudanças climáticas em território brasileiro, e também em duas regiões do Estado de São Paulo: a Grande São Paulo, acometida pela crise hídrica, e o Litoral Norte, periodicamente acometido por inundações. No nível local, se buscará por adaptações tanto planejadas como autônomas, bem como as necessidades adaptativas percebidas pelos técnicos e agentes comunitários de saúde. A expectativa é que o estudo traga uma síntese das adaptações adotadas pelo setor de saúde para o enfrentamento das mudanças e flutuações climáticas, além de identificar lacunas, oportunidades, limitações e possíveis mal adaptações. (AU)