Busca avançada
Ano de início
Entree

Gerenciamento em larga escala de sistemas fotovoltaicos residenciais

Processo: 15/12260-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 19 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 26 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:Fernanda Caseño Trindade Arioli
Beneficiário:Fernanda Caseño Trindade Arioli
Anfitrião: Luis Fernando Ochoa Pizzali
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Manchester, Inglaterra  
Assunto(s):Sistemas fotovoltaicos   Sistemas de distribuição de energia elétrica

Resumo

O uso de fontes de energia renováveis em todo o mundo aumentou consideravelmente devido a incentivos e preços mais acessíveis. Na última década, a capacidade instalada global de geração solar fotovoltaica cresceu aproximadamente 5300%, sendo a maioria conectada a redes de distribuição. Este fato traz algumas preocupações, visto que estas redes foram projetadas para transportar a energia dos grandes centros geradores para o consumidor final. Neste contexto, as concessionárias de energia elétrica devem compreender os potenciais desafios associados à utilização de energia fotovoltaica em larga escala, de modo que possam tomar decisões apropriadas. Alguns dos efeitos que começam a aparecer na média e na baixa tensão, conforme a penetração de geração fotovoltaica aumenta, incluem aumento na tensão e sobrecarga térmica. Para lidar com estes problemas, especialmente em grandes áreas geográficas, potenciais soluções 'inteligentes' devem coordenar o gerenciamento em larga escala dos sistemas fotovoltaicos residenciais. A aplicabilidade desta técnica, entretanto, depende de sua complexidade técnica e de seus custos. Neste contexto, esse projeto propõe o estudo destes dois aspectos para encontrar uma estratégia de controle, que proporcione benefícios para o sistema de distribuição (e até para o sistema como um todo), não somente contribuindo para controle de tensão e sobrecarga, mas principalmente para adiar possíveis reforços na rede elétrica.