Busca avançada
Ano de início
Entree

Resposta da morfologia e de moléculas pró-inflamatórias na carcinogênese do lobo anterior da próstata frente à terapia com Nintedanibe em camundongos TRAMP

Processo: 15/16747-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Valéria Helena Alves Cagnon Quitete
Beneficiário:Letícia Ferreira Alves
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Próstata   Neoplasias   Inflamação

Resumo

O câncer de próstata é o sexto tipo de câncer mais comum do mundo e o de maior ocorrência em homens, estando relacionado ao avanço da idade. Isto posto, diferentes estudos das lesões prostáticas, incluindo a prevenção e o tratamento têm sido alvo de pesquisadores. As drogas antiangiogênicas e com propriedades antiproliferativas como o Nintedanibe (BIBF-1120) têm recebido especial atenção e indicado potencial na prevenção, intervenção e regressão do câncer de próstata. O objetivo do presente trabalho será avaliar os efeitos do tratamento com nintedanibe sobre a morfologia e em diferentes moléculas envolvidas no processo inflamatório no lobo anterior da próstata em períodos distintos do desenvolvimento tumoral em camundongos transgênicos para adenocarcinoma prostático (TRAMP). Para tal, camundongos TRAMP serão tratados com Nintedanibe, na dose de 10mg/Kg/dia, em estágios iniciais e intermediários do desenvolvimento tumoral, considerando a lesão próstatica em animais com 12 e 16 semanas. Ao fim do tratamento, o lobo anterior será coletado e submetido a análises estruturais e imunohistoquímicas para IL-17 e COX-2.