Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da permeabilidade endotelial para estudos da patogênese da dengue e triagem de compostos com potencial terapêutico

Processo: 13/01702-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Ester Cerdeira Sabino
Beneficiário:Francielle Tramontini Gomes de Sousa
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/16627-3 - Avaliação dos efeitos das quimiocinas CXCL1 e CXCL10 e do potencial terapêutico de uma glucomanana sulfatada do Agaricus brasiliensis (MI-S) na dengue grave através de modelos in vitro e in vivo de extravasamento plasmático, BE.EP.PD
Assunto(s):Virologia   Vírus da dengue   Dengue grave   Monócitos   Células endoteliais   Permeabilidade capilar

Resumo

O extravasamento plasmático é um dos principais sinais de alerta da infecção pelo vírus da dengue (DENV) e está relacionado com a severidade da doença. A patogênese da dengue é complexa e multifatorial, envolvendo fatores virais e do hospedeiro. Além disso, a escassez de modelos animais que representem satisfatoriamente a fisiopatologia da doença em humanos limita os avanços no entendimento do seu mecanismo e dificulta o desenvolvimento de fármacos e vacinas para dengue. Estudos têm mostrado que os monócitos compõem o conjunto de células responsáveis pela resposta imune à infecção pelo DENV, produzindo mediadores que interagem com o endotélio aumentando o extravasamento vascular em humanos. Este projeto visa à implantação de um modelo de avaliação da permeabilidade vascular in vitro em um sistema de cocultura de células endoteliais e monócitos infectados pelo DENV para estudar fatores envolvidos no extravasamento vascular e testar possíveis fármacos que possam inibir este processo. A metodologia envolve o cultivo de células endoteliais sobre insertos de membranas microporosas dispostos em placas de cultura formando dois compartimentos, apical e basolateral. Neste sistema, as células infectadas pelo DENV produzirão citocinas e mediadores que irão interferir com a permeabilidade vascular in vitro, semelhantemente ao que ocorre in vivo. Através da adição de dextrana fluorescente no lado apical e medição da sua transferência para o lado basolateral a permeabilidade vascular pode ser quantificada. Desta maneira, é possível fazer a triagem de compostos com potencial terapêutico na dengue, estudar a interferência na permeabilidade vascular por diferentes isolados clínicos do DENV e avaliar o perfil de produção de citocinas em reposta a infecção para melhor entender os fatores que interferem na patogenia da dengue grave. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES DE SOUSA CARDOZO, FRANCIELLE TRAMONTINI; BAIMUKANOVA, GYULNAR; LANTERI, MARION CHRISTINE; KEATING, SHEILA MARIE; FERREIRA, FREDERICO MORAES; HEITMAN, JOHN; PANNUTI, CLAUDIO SERGIO; PATI, SHIBANI; ROMANO, CAMILA MALTA; SABINO, ESTER CERDEIRA. Serum from dengue virus-infected patients with and without plasma leakage differentially affects endothelial cells barrier function in vitro. PLoS One, v. 12, n. 6, . (13/01690-0, 13/01702-9, 12/15381-7)
PEREIRA, LENNON RAMOS; VICENTIN, ELAINE CRISTINA MATOS; PEREIRA, SARA ARAUJO; MAEDA, DENICAR LINA NASCIMENTO FABRIS; ALVES, RUBENS PRINCE DOS SANTOS; ANDREATA-SANTOS, ROBERT; SOUSA, FRANCIELLE TRAMONTINI GOMES DE; YAMAMOTO, MARCIO MASSAO; CASTRO-AMARANTE, MARIA FERNANDA; FAVARO, MARIANNA TEIXEIRA DE PINHO; et al. Intradermal Delivery of Dendritic Cell-Targeting Chimeric mAbs Genetically Fused to Type 2 Dengue Virus Nonstructural Protein 1. VACCINES, v. 8, n. 4, . (13/26942-2, 14/04303-0, 16/05570-8, 13/01702-9, 13/11442-4, 14/17595-0, 13/01690-0)
FRANCIELLE T. G. SOUSA; CRISTINA NUNES; CAMILA MALTA ROMANO; ESTER CERDEIRA SABINO; MIGUEL ANGEL GONZÁLEZ-CARDENETE. Anti-Zika virus activity of several abietane-type ferruginol analogues. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 62, . (13/01690-0, 19/03859-9, 13/01702-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.