Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de nanopartículas baseadas em lipídios como carregadores de metalofármacos de rutênio com atividade anticâncer

Processo: 14/23481-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Denise de Oliveira Silva
Beneficiário:Samara Rodrigues Alves
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/24252-4 - Estudo de nanopartículas baseadas em lipídios como carregadores de metalofármacos de rutênio anticancerígenos, BE.EP.DD
Assunto(s):Química bioinorgânica   Aminopiridinas   Rutênio   Lipídeos   Metalofármacos   Anticarcinógenos

Resumo

Compostos de rutênio tem recebido grande atenção na área de metalofármacos em razão da potencialidade demonstrada como agentes anticancerígenos. Complexos contendo núcleos dimetálicos de Ru2(II,III) coordenados a Fármacos Anti-Inflamatórios não Esteroides (FAINEs), desenvolvidos em nosso grupo de pesquisa, tem apresentado resultados promissores em estudos in vitro e in vivo usando modelos de glioma, glioblastoma multiforme - um câncer cerebral altamente maligno. Esse projeto tem como objetivos principais estudar a interação de complexos de Ru2(II,III)-FAINEs com aminopiridinas e investigar a viabilidade de desenvolver sistemas híbridos nanoparticulados que possam promover o carregamento e a liberação sustentada dos metalofármacos preparados. Nanopartículas lipídicas são capazes de atravessar a barreira hematoencefálica e tem se mostrado promissoras para tratamento de gliomas, permitindo, entre outros fatores, aumentar a biodisponibilidade intracelular e intratumoral e diminuir a toxicidade sistêmica de fármacos antitumorais. As principais metas do plano de pesquisa são: 1) preparar complexos de rutênio-FAINEs, em particular FAINE = ibuprofeno, e investigar sua interação com 4-aminopiridina para tentar preparar novos derivados mistos; 2) realizar ensaios de partição dos complexos estudados em lipídios saturados e insaturados diversos, para selecionar os lipídios mais adequados; 3) desenvolver metodologia para preparação de nanopartículas lipídicas contendo os metalofármacos; 4) caracterizar os complexos e os materiais obtidos por meio de diversas técnicas; 5) investigar a viabilidade de liberação dos metalofármacos a partir dos materiais híbridos; 6) estabelecer colaborações para realizar estudos in vitro e/ou in vivo de modo a verificar a potencialidade de aplicação dos sistemas em tratamentos anticâncer. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVES RICO, SAMARA R.; ABBASI, AZHAR Z.; RIBEIRO, GEISE; AHMED, TAKSIM; WU, XIAO YU; SILVA, DENISE DE OLIVEIRA. Diruthenium(II,III) metallodrugs of ibuprofen and naproxen encapsulated in intravenously injectable polymer-lipid nanoparticles exhibit enhanced activity against breast and prostate cancer cells. NANOSCALE, v. 9, n. 30, p. 10701-10714, AUG 14 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.