Busca avançada
Ano de início
Entree

Joaquim Nabuco e o Brasil através do prisma da escravidão. de Massangana ao abolicionismo

Processo: 15/13163-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Alfredo Bosi
Beneficiário:Diego Alejandro Molina
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Liberalismo   História do Brasil Império   Literatura e história   Memorialismo   Abolicionismo

Resumo

O projeto visa contribuir para o conhecimento da obra abolicionista de Joaquim Nabuco. Para tal, analisam-se conjunturalmente, em diálogo entre a literatura e a história, o livro póstumo, pouco estudado pela crítica especializada: A escravidão (1949); O abolicionismo (1884) e os discursos parlamentares de Nabuco. Assim como sua obra memorialista: Um estadista do Império (1899) e Minha formação (1900), que nos permitirá estabelecer um parâmetro das mediações entre a obra de Nabuco e os documentos da época (leis, imprensa escrita, epístolas, etc.)