Busca avançada
Ano de início
Entree

Retrato abrangente da expressão de FGFR nas células tumorais circulantes de carcinomas de cabeça e pescoço

Processo: 15/18223-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 11 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 10 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Alfredo Ribeiro da Silva
Beneficiário:João Paulo Oliveira da Costa
Supervisor no Exterior: Shannon L. Stott
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Cambridge, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/14991-1 - Avaliação do status dos receptores do fator de crescimento de fibroblastos (FGF) em carcinomas epidermóides e em células tumorais circulantes, BP.PD
Assunto(s):Neoplasias de cabeça e pescoço   Carcinoma de células escamosas   Receptores de fatores de crescimento de fibroblastos   Imunofluorescência

Resumo

O câncer de cabeça e pescoço representa 600.000 novos casos em todo o mundo a cada ano, e quase 90% deles são carcinoma epidermoides de cabeça e pescoço (CECP). Excetuando o status do HPV com suas implicações conhecidas, inúmeros fatores de risco moleculares e clínicos foram investigados ao longo das décadas. Infelizmente, eles têm utilidade clínica limitada, enquanto a pesquisa de biomarcadores de prognóstico não evidenciou marcadores clinicamente relevantes que poderiam prever a resposta aos tratamentos dirigidos a vias oncogênicas específicas. Em vista da relação acima mencionada mostrado por vários estudos de que FGFR e outras vias de sinalização que são alvos de terapias específicas, é importante salientar a procura de ensaios moleculares capazes de proporcionar um indicativo da resposta à terapia anti-FGFR. Plataformas capazes de alterações de digitalização de várias formas associadas com FGF/FGFR pode ser incorporado na pré-selecção de pacientes para o processo de ensaios clínicos. Aqui, pretendemos aplicar as propriedades únicas do HB-CTC-iChip para analisar o papel FGFR em CTCs derivadas de pacientes com CECP. Temos também como objetivo estabelecer uma estratégia precisa de visualização, quantificação e caracterização molecular automatizados de expressão FGFR em CTCs, juntamente com a análise de ácidos nucleicos de transcritos FGFR. Este estudo será composto de pacientes com diagnóstico de carcinoma de células escamosas atendidos no Hospital Geral de Massachusetts. A expressão proteica de membros da família FGFR será avaliada por imunofluorescência e imagens fluorescentes multiespectrais em um sistema automatizado. Transcritos de FGFR serão analisados usando qRT-PCR digital por microfluídica. A análise estatística será realizada utilizando o software SPSS, versão 21.0. Para todos os testes, o nível de significância será definido como ± <0,05. (AU)