Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade das enzimas digestivas intestinais de juvenis de Piaractus mesopotamicus alimentados com diferentes níveis de DDGS

Processo: 15/21245-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Elisabete Maria Macedo Viegas
Beneficiário:Katia Rodrigues Batista de Oliveira
Supervisor no Exterior: Maria Helena Tabuaco Rego Martins Peres
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade do Porto (UP), Portugal  
Vinculado à bolsa:14/16685-5 - Grãos de milho de destilaria secos com solúveis em dietas para juvenis de pacu Piaractus mesopotamicus (Holmberg 1987), BP.MS
Assunto(s):Pacu   Lipase

Resumo

Com o objetivo de avaliar os efeitos da inclusão de DDGS do milho em substituição do farelo de soja sobre as enzimas digestivas do intestino de Piaractus mesopotamicus, peixes de 15 gramas foram estocados em 20 caixas cúbicas (130L) na densidade de 15 peixes/caixa e alimentados com as dietas teste por período de 100 dias. Para compor os tratamentos foram confeccionadas cinco dietas práticas isoproteicas e isoenergéticas contendo crescentes níveis de inclusão de DDGS (0, 10, 20, 30 e 40%). Cada caixa foi considerado uma unidade experimental, em delineamento inteiramente casualizado (cinco tratamentos e quatro repetições). Ao final do experimento todos os peixes foram abatidos, pesados e eviscerados. O intestino de três peixes por caixa foi coletado e dividido em três porções: anterior, médio e posterior. As amostras foram congeladas em nitrogênio líquido e armazenadas a -80°C para futuras análises. Serão determinadas as atividades das enzimas protease total, ± amilase, lipase, tripsina e quimiotripsina. Os resultados serão expressos em U/mg de proteína e os dados submetidos à análise estatística one-way ANOVA. Diferenças significativas serão avaliadas através de Regressão Linear a 5% de probabilidade. Com os resultados obtidos será possível um maior entendimento sobre como o DDGS foi metabolizado no organismo os peixes, correlacionando as atividades das enzimas digestivas aos valores de desempenho produtivo dos animais. (AU)