Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação dos critérios diagnósticos RIFLE, AKIN e KDIGO para estudo da incidência de injúria renal aguda em pacientes submetidos a grandes cirurgias abdominais não vasculares

Processo: 15/11594-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Emmanuel de Almeida Burdmann
Beneficiário:Thiago Costa Timoteo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/19286-4 - Indivíduos com alto risco para desenvolvimento de injúria renal aguda em contextos clínicos relevantes: estudo prospectivo sobre aspectos epidemiológicos, diagnósticos e prognósticos, AP.TEM
Assunto(s):Nefrologia   Lesão renal aguda   Creatinina   Diagnóstico clínico   Unidades de terapia intensiva   Consentimento esclarecido   Estudos prospectivos   Estudo comparativo

Resumo

A injúria renal aguda (IRA), complicação frequente em pacientes hospitalizados, é síndrome complexa que ocorre em grande variedade de situações clínicas, com manifestações que podem variar de pequenas elevações na creatinina sérica (CrS) até falência renal anúrica. Em pacientes internados em unidade de terapia intensiva (UTI) sua frequência pode chegar a 50%. Em virtude do grande número de definições usadas para diagnosticar IRA tornar difícil a comparação de diferentes estudos e a generalização dos resultados encontrados, foram propostos novos critérios diagnósticos buscando uniformizar o seu diagnóstico. Assim, duas novas definições foram desenvolvidas: RIFLE (acrônimo para Risk, Injury, Failure, Loss and End-Stage Kidney Disease) e AKIN (acrônimo para Acute Kidney Injury Network). Ambas definem IRA baseadas em aumentos pequenos e abruptos na CrS e em diminuição do volume urinário. Um novo critério uniformizando estas duas classificações foi proposto pelo grupo que desenvolveu as diretrizes de IRA do Kidney Disease: Improving Global Outcomes (KDIGO). Por este critério, IRA é definida por aumento da CrS e 0,3 mg/dL em 48h ou aumento e 50% em relação ao valor basal ocorrendo sabida ou presumidamente em sete dias, ou volume urinário < 0,5 mL/kg/h por seis horas. Propõe-se realização de estudo exploratório com o objetivo de comparar a incidência de injúria renal aguda definida pelos critérios diagnósticos RIFLE, AKIN e KDIGO em pacientes submetidos a grandes cirurgias abdominais eletivas não vasculares. Será uma pesquisa de campo, prospectiva, exploratória, com abordagem quantitativa, realizada em duas UTIs cirúrgicas de adultos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, que faz parte de projeto temático (2014/19286-4). A amostra será composta por 1.000 pacientes com idade e 18 anos, submetidos a grandes cirurgias abdominais eletivas não vasculares. Os pacientes serão estudados durante os primeiros sete dias de internação na UTI (ou até a alta se ocorrer antes). A CrS será analisada no pré-operatório, na admissão da UTI, e diariamente até sete dias ou alta da UTI (se ocorrer antes de sete dias). Serão excluídos pacientes com diagnóstico prévio de doença renal crônica estágios IV e V, em uso de medicamentos nefrotóxicos antes da cirurgia, que permaneçam por menos de 48 horas na UTI ou com diagnóstico de sepse durante a internação. O projeto está aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do HCFMUSP. Os pacientes deverão manifestar o aceite em participar da pesquisa através da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)