Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da deleção de Cripto-1 (Cr-1) na tumorigênese mamária induzida por NOTCH4/INT3

Processo: 15/20483-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 27 de outubro de 2015
Vigência (Término): 26 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Maria Cristina Rodrigues Rangel
Beneficiário:Maria Cristina Rodrigues Rangel
Anfitrião: David Scott Salomon
Instituição-sede: Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (ICESP). Coordenadoria de Serviços de Saúde (CSS). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : National Cancer Institute (NCI), Estados Unidos  
Assunto(s):Oncologia   Neoplasias mamárias   Células-tronco neoplásicas

Resumo

Camundongos transgênicos que super-expressam o domínio intracelular de Notch4 (Int3) nas glândulas mamárias sob o controle do promotor WAP (whey acid protein) não apresentam lactação e rapidamente desenvolvem hiperplasias e adenocarcinomas mamários indiferenciados. Considerando-se que o gene embrionário Cripto-1 facilita o processamento proteolítico intracelular dos receptores Notch, decidimos investigar a contribuição de Cripto-1 nas hiperplasias e tumores que se desenvolvem nos camundongos Wap-Int3+/-, os quais carregam o transgene Notch4-Int3 ativado. Criamos inicialmente um modelo murino haploinsuficiente para Cripto-1, Wap-Int3+/-/Cr-1+/LacZ, no qual um alelo de Cripto-1 foi deletado e substituído por um gene reporter LacZ. Resultados preliminares mostraram consideráveis efeitos supressores de tumor nos camundongos Cripto-1 haploinsuficientes, e o fenótipo do tumor pode ser associado com uma sub-população putativa de células epiteliais progenitoras ou tronco. Para investigar o papel de Cripto-1 na tumorigênese induzida por Notch4, e mais precisamente identificar a população de células mamárias tumorais que expressam ou não Cripto-1 endógeno, desenvolvemos neste projeto um modelo murino Wap-Int3+/- Cripto-1 knockout, WAP-Int3+/-/MMTV-Cre+/-/Cr-1flox/flox, o qual perde condicionalmente os dois alelos de Cripto-1 através de uma deleção gênica mediada por MMTV-Cre (mouse mammary tumor virus, cre recombinase). Considerando-se que Int3 é ativado na glândula mamária durante a gestação, fêmeas serão expostas a múltiplos ciclos de gravidez e monitoradas para crescimento de tumores e um possível resgate de lactação. A frequência de tumores e o período de latência para a sua formação serão analisados, e os tumores serão coletados para análise molecular e histopatológica, a fim de que as diferenças observadas entre fêmeas WAP-Int3+/-/MMTV-Cre+/-/Cr-1flox/flox e fêmeas WAP-Int3+/- controle sejam caracterizadas e quantificadas. Além disso, testaremos um agente anticâncer que tem Cripto-1 e seu parceiro de ligação GRP78 como alvos, com o intuito de investigar mecanismos potenciais para inibir a contribuição de Cripto-1 na tumorigênese mamária induzida por Notch4 e na manutenção de uma população de células progenitoras luminais mamárias, que é o alvo da transformação por Notch4.