Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do papel da proteína cspD na fase estacionária de Caulobacter crescentus

Processo: 15/10919-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Marilis Do Valle Marques
Beneficiário:Julia Albano de Barros
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/04046-8 - Sistemas regulatórios da resposta bacteriana a estresses, AP.TEM
Assunto(s):Regulação da expressão gênica   Bactérias

Resumo

Caulobacter crescentus é uma a alfa-proteobacteria que vive em ambientes aquáticos e é modelo de estudo para o ciclo celular em procariotos, já que seu ciclo celular é assimétrico e resulta em duas células-filhas distintas. Quando em choque frio, bactérias expressam proteínas de choque frio (CSPs) que funcionam como chaperones evitando a formação de estruturas de RNA que possam prejudicar os mecanismos celulares. A primeira CSP a ser descrita foi CspA de Escherichia coli, e já foram descritas mais oito proteínas homólogas a esta nesta bactéria. Em C. crescentus, são conhecidas quatro CSPs, sendo que CspC e CspD não são induzidas pelo choque frio, e sim na fase estacionária do crescimento. Em E. coli, CspD funciona como um inibidor de replicação de DNA que age na fase estacionária, para que a célula se adapte às novas condições do ambiente. Em C. crescentus sabe-se que a transcrição de cspD é regulada pelo sistema de dois componentes SpdS/SpdR provavelmente em resposta a escassez de nutrientes no meio, mas o sinal que rege sua regulação e seu papel na fisiologia da célula ainda não está completamente elucidado. Sendo assim, esse projeto propõe elucidar esses aspectos em relação a cspD em C. crescentus. Para tal, pretende-se realizar diferentes análises em relação ao fenótipo apresentado pela deleção de cspD e a sua superexpressão, como análise da morfologia e viabilidade celular, de replicação durante o ciclo celular e ensaios de ligação à ácidos nucléicos. Também serão avaliadas a estabilidade de CspD em linhagens mutantes para diferentes proteases e o perfil de proteínas das células em ambas as condições de expressão do gene.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BARROS, Julia Albano de. Estudo do papel da proteína CspD na fase estacionária de Caulobacter crescentus.. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.