Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do hábito de vida e do tamanho na dispersão inicial e recrutamento em anfípodes (Crustacea: Gammaridea)

Processo: 15/10797-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Fosca Pedini Pereira Leite
Beneficiário:Marília Bueno Fernandes
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/23206-1 - Como a complexidade do habitat afeta a dispersão dos anfípodes. um teste usando gramas marinhas e briozoários, BE.EP.PD
Assunto(s):Amphipoda   Costões rochosos   Distribuição espacial   Ecologia marinha   Sargassum

Resumo

Recrutamento refere-se à adição de novos indivíduos à uma determinada população e em ambientes marinhos, pode contribuir para a alta variabilidade na estrutura das populações locais. Para espécies epibentônicas móveis, o recrutamento pode ser identificado através de alterações no comportamento ou no habitat e a seleção de habitat pode ser afetada por hábitos de vida e alimentar, bem como pelo risco de predação sobre os animais. Além disso, o modo de desenvolvimento pode afetar diretamente a distribuição espacial de invertebrados marinhos. Crustáceos peracáridos são dominantes em diversas macroalgas do entremarés, a diversidade de hábitos de vida é alta e o modo de desenvolvimento é exclusivamente direto. Os juvenis se desenvolvem no marsúpio da fêmea e pouco se conhece sobre sua dispersão inicial e posterior recrutamento. Para o presente estudo, foram selecionadas duas espécies abundantes de anfípodes nos bancos naturais de Sargassum do litoral norte de São Paulo, porém com hábitos de vida e mobilidade contrastantes. Cymadusa filosa é uma espécie tubícola que se distribui de forma mais agregada, tem hábitos sedentários e atinge maiores tamanhos quando comparada à Hyale niger. Este hialídeo é livre-natante e, portanto, apresenta maior mobilidade, sendo capaz de selecionar diferentes locais para alimentação e proteção, embora fique mais exposto aos predadores visualmente orientados. Os anfípodes compõem um grupo ecologicamente importante principalmente pela sua abundância e pela conexão entre os ambientes pelágico e bentônico através da ciclagem de nutrientes. Sendo assim, avaliar o potencial dispersivo e o recrutamento destas espécies de anfípodes auxiliará o entendimento das relações intra e interespecíficas e a compreensão dos processos que regem a dinâmica da comunidade no fital.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BUENO, MARILIA; PEREIRA LEITE, FOSCA PEDINI. Age and life style affect macroalgae colonization by amphipods in shallow marine environments. Journal of Experimental Marine Biology and Ecology, v. 514, p. 59-66, MAY-JUN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.