Busca avançada
Ano de início
Entree

Interferência do inseticida fipronil nas respostas ao estresse oxidativo de Tilápias do Nilo mediadas pelo ácido gama-aminobutírico (GABA) durante períodos de hipóxia.

Processo: 15/15191-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Claudia Regina Bonini Domingos
Beneficiário:Priscila Leocadia Rosa Dourado
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/18210-2 - Efeitos combinados do inseticida fipronil (REGENTE® 800WG) e fatores de mudanças climáticas no metabolismo do peixe bentônico Solea senegalensis., BE.EP.DR
Assunto(s):Biomarcadores   Peixes   Neurotoxicidade   Efeitos ambientais

Resumo

O Regent®800WG é um dos praguicidas mais utilizados no cultivo de cana-de-açúcar no Brasil e apresenta como princípio ativo o fipronil. O principal mecanismo de ação do fipronil é a inibição do impulso nervoso normal das células por competir com o ácido ³-aminobutírico (GABA), importante neurotransmissor inibitório no sistema nervoso central. Estudos têm indicado uma possível ligação do fipronil aos receptores GABA em vertebrados, desencadeando efeitos neurotóxicos nos organismos expostos. O fipronil é um composto persistente no solo e tem sido amplamente detectado em ambientes aquáticos. Considerando que efeitos adversos no ambiente, tais como a condição de hipóxia, podem levar a um aumento significativo nos níveis do GABA, a presença do inseticida fipronil nos compartimentos aquáticos pode influenciar na proteção cerebral do animal contra os efeitos negativos da hipóxia e promover alterações nos processos fisiológicos, podendo causar estresse oxidativo em organismos aquáticos. Nesse trabalho propomos avaliar a influencia da exposição a uma formulação comercial do fipronil (Regent®800WG) no estresse oxidativo, nos níveis do GABA e na expressão do receptor GABA(A) no encéfalo e em parâmetros de estresse oxidativo em brânquia e fígado de Oreochromis niloticus submetidos à hipóxia. Os O. niloticus serão expostos à diferentes períodos de hipóxia (1h, 3h e 8h) na ausência do contaminante e com base nessa etapa do experimento, será selecionado o tempo de hipóxia onde houve as respostas bioquímicas mais evidentes, para se estudar a interferência do fipronil (0,1 µg/L-1 e 0,5 µg/L-1) nessas respostas. Serão analisados biomarcadores de estresse oxidativo por meio das enzimas superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT), glutationa peroxidase (GTx), glutationa redutase (GR) e peroxidação lipídica. A atividade da enzima de biotransformação glutationa S-transferase (GST), a quantificação de proteínas carboniladas, bem como os níveis do neurotransmissor, expressão do receptor GABA(A), expressão da indução do fator de hipóxia (HiF-1±) e os efeitos genotóxicos, também serão avaliados. Palavras-chave: praguicida, efeitos ambientais, neurotoxicidade, biomarcadores, peixes

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DOURADO, Priscila Leocadia Rosa. Interferência do inseticida fipronil nas respostas ao estresse oxidativo de Tilápias do Nilo mediadas pelo ácido gama aminobutírico (GABA), durante períodos de hipóxia.. 2019. 117 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.