Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da eficácia de agentes antimicrobianos liberados por novo sistema de liberação controlada de fármacos contra biofilmes orais patogênicos

Processo: 15/03424-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Marlise Inêz Klein Furlan
Beneficiário:Guilherme Roncari Rocha
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Reabilitação bucal   Microbiologia oral   Anti-infecciosos   Biofilmes   Liberação controlada de fármacos   Nanopartículas

Resumo

O desenvolvimento de terapias eficazes para o controle de biofilme oral é um desafio. Agentes tópicos usados para tratar ou prevenir doenças orais causadas por biofilme, geralmente, não são mantidos na cavidade bucal por um período suficiente para que os mesmos possam exercer o seu potencial terapêutico máximo devido à sua eliminação rápida pela saliva e ingestão de alimentos. Portanto, estratégias para o controle de biofilmes que objetivem retenção e liberação controlada de agentes ativos no local, onde o biofilme virulento se desenvolve, são necessárias. Assim, foram desenvolvidas nanopartículas carreadoras (NPC) de fármaco que se aderem à hidroxiapatita (componente mineral dos dentes), à película salivar e aos exopolissacarídeos (componentes principais da matriz extracelular de biofilmes) (DOI: 10.1021/nn507170s). As NPC possuem elementos responsivos à mudanças de pH para a liberação controlada de agentes terapêuticos em nichos acídicos presentes em biofilmes orais patogênicos. Antimicrobianos hidrofóbicos, como o farnesol, podem ser carreados e liberados com sucesso pelas NPC, diminuindo a biomassa de biofilme patogênico e também a quantidade e severidade de lesões cariosas em modelo animal após tratamento tópico. Entretanto, faz-se necessária a otimização das NPC para que as mesmas possam exercer um papel mais efetivo em erradicar a formação de biofilme patogênico e aderir aos diferentes materiais odontológicos, pois falhas de tratamento restauradores estão frequentemente associadas à recorrência 2 de lesões cariosas e infiltrações. Portanto, os objetivos desta proposta são: avaliar a capacidade de aderência e retenção de NPC, bem como a capacidade de liberação de fármacos para controlar a formação de biofilme patogênico em diferentes materiais odontológicos (vs. hidroxiapatita). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROCHA, GUILHERME RONCARI; FLOREZ SALAMANCA, ELKIN JAHIR; DE BARROS, ANA LETICIA; VITORINO LOBO, CARMELIA ISABEL; KLEIN, MARLISE INEZ. Effect of tt-farnesol and myricetin on in vitro biofilm formed by Streptococcus mutans and Candida albicans. BMC COMPLEMENTARY AND ALTERNATIVE MEDICINE, v. 18, FEB 14 2018. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.