Busca avançada
Ano de início
Entree

O plano Itaquera-Vila Matilde dò projeto cura e às origens dò planejamento dè bairros Èm São Paulo

Processo: 15/00261-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Sidney Piochi Bernardini
Beneficiário:Thays Carmonha Damin
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Urbanismo   Planejamento territorial urbano

Resumo

As décadas de 1960 e 1970 foram marcadas por um crescimento populacional vertiginoso nas grandes cidades e capitais brasileiras configurando um processo de urbanização rápido e precário à revelia das medidas antecipadas de controle e disciplinamento urbanos implementadas pelo Estado. A partir da criação do SERFHAU, em 1964, pelo governo federal, os métodos de planejamento urbano foram combinados às estratégias de desenvolvimento local que pautavam as políticas traçadas neste âmbito. As medidas de planificação estratégica se intensificaram com a instituição dos PDDIs (Planos Diretores de Desenvolvimento Integrado) e de instrumentos poderosos de gestão territorial, como foi o caso do BNH e dos Planos de Desenvolvimento (PNDs) a partir da PDUR (Política de Desenvolvimento Urbano e Regional), de 1976, elaborado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Urbano (BERNARDINI, 2007: 3). Neste contexto, foram criadas algumas estratégias de planejamento local que tinham como objetivo melhorar qualitativamente as condições de serviços de infraestrutura das cidades e corrigir distorções causadas pela especulação imobiliária (ANDRADE e AZEVEDO, 1982: 82). O Projeto CURA (Comunidade Urbana para Recuperação Acelerada), criado em 1972 e financiado com recursos do BNH, cujas bases conceituais foram desenvolvidas pelo arquiteto carioca Harry James Cole, partia da escala do bairro para a implantação de redes de infraestrutura, equipamentos públicos e comunitários como forma de difundir tais melhorias à escala municipal e regional. O principal objetivo desta pesquisa é investigar os pressupostos e o conteúdo do Plano Itaquera-Vila Matilde, no âmbito do Projeto CURA, concebido e realizado pelo escritório do arquiteto Harry Cole, sob condução da antiga EMURB (Empresa Municipal de Urbanização) da Prefeitura de São Paulo. Partindo de referências conceituais do plano elaborado para a Vila Valqueire, no Rio de Janeiro, este plano possui elementos importantes para revelar a introdução da escala do bairro nos processos de planejamento em expansão no período, considerando, principalmente as ideias urbanísticas relativas à concepção original traçado por COLE.