Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do envelhecimento na taxa de desenvolvimento de força dos músculos abdutores e adutores de quadril

Processo: 15/05188-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Daniela Cristina Carvalho de Abreu
Beneficiário:Júlia Adorno Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/19983-2 - Efeito do envelhecimento na taxa de desenvolvimento de força dos músculos abdutores e adutores de quadril, BE.EP.IC
Assunto(s):Contração isométrica   Queda   Idosos   Fisioterapia

Resumo

O envelhecimento traz consigo uma diminuição da força muscular e, consequentemente, no equilíbrio, tendo relação direta com a taxa de desenvolvimento de força (TDF) na musculatura. Há vários estudos mostrando os efeitos da diminuição da TDF em articulações diversas nos idosos, entretanto pouco se sabe sobre a relação da TDF nos músculos abdutores e adutores de quadril. Diante disso, o presente estudo tem o objetivo de comparar a TDF dos músculos abdutores e adutores do quadril entre jovens, idosos com histórico de quedas e idosos sem histórico de quedas. Para os grupos de idosos serão avaliados indivíduos da comunidade de Ribeirão Preto com sessenta anos ou mais e, para o grupo de jovens, serão avaliados indivíduos da população universitária do Campus da USP - Ribeirão Preto, com idade entre 18 e 35 anos. No primeiro dia será realizada a familiarização do voluntário com o equipamento dinamômetro isocinético Biodex - System 4 Pro (Boston/USA). No segundo dia, para a avaliação da TDF dos músculos abdutores e adutores de quadril do membro dominante, o participante será submetido ao teste de força no dinamômetro isocinético. Os dados do torque serão coletados por meio de um módulo de eletromiografia (EMG system) que estará conectado ao dinamômetro isocinético por meio de um cabo com saída B9 e B15 para se obter um aumento da frequência de amostragem de 2000Hz. As análises estatísticas serão realizadas pelo programa GraphPadPrism versão 5.0 para Windows (GraphPad Software, San Diego, Califórnia, USA). Será adotado nível de significância de 5% (p<0,05) e os resultados serão expressos em média e desvio padrão da média. Espera-se encontrar uma diferença significativa entre os intervalos iniciais e tardios da TDF dos músculos abdutores e adutores de quadril entre a população idosa e a população jovem, com prejuízo dessa função nos idosos, assim como menor TDF em idosos com histórico de quedas, em relação aos idosos sem histórico de quedas.