Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptações ao método de avaliação heurística (AH) para avaliadores novatos

Processo: 15/09493-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação
Pesquisador responsável:Renata Pontin de Mattos Fortes
Beneficiário:André de Lima Salgado
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Interface usuário-computador   Usabilidade

Resumo

A usabilidade é importante atributo de qualidade de software. Avaliações de usabilidade que requerem a presença de usuários reais do sistema são caras, difíceis de executar e necessitam ser executadas em estágios mais avançados do desenvolvimento de software. Inspeções de usabilidade permitem a avaliação de usabilidade sem a presença do usuário real do sistema, e podem ser executadas em estágios iniciais do desenvolvimento. A Avaliação Heurística (AH) é o método de inspeção de usabilidade mais utilizado na literatura. Entretanto, a qualidade da execução deste método está associada ao conhecimento dos avaliadores envolvidos na inspeção. Avaliadores especialistas são caros e raros de se encontrar. Avaliadores novatos produzem resultados de qualidade inferior aos de avaliadores especialistas na condução de AHs. Pesquisas sobre avaliadores novatos e AHs são fundamentais para melhorar a qualidade dos resultados de AHs conduzidas por avaliadores novatos, assim como ajudar a suprir a ausência de avaliadores especialistas no mercado. Tais pesquisas também sustentariam o desenvolvimento de um método economicamente mais acessível para empresas de pequeno porte. A literatura apresenta estudos sobre adaptações do método de AH para perfis específicos de avaliadores novatos, como crianças e adolescentes. Porém, ainda não é possível generalizar os resultados destes estudos para todo o perfil de avaliador novato. Uma lacuna persiste na literatura sobre adaptações ao método de AH para melhoria da performance do perfil de avaliadores novatos. O método de Avaliação Heurística Colaborativa (AHC), desenvolvido por Petrie e Buykx, obteve boa aceitação na literatura e apresenta potencial para melhorar o desempenho de avaliadores novato, assim como para suprir a ausência de avaliadores especialistas a partir da participação de avaliadores novatos. Entretanto, esta possibilidade ainda necessita ser investigada. A proposta deste projeto é investigar esta possibilidade respondendo à seguinte questão de pesquisa: ``É valido suprir a ausência de avaliadores especialistas na condução de AHCs pela participação de avaliadores novatos?'' O presente projeto pretende responder a esta questão testando diferentes hipóteses formuladas. Voluntários realizarão as AHCs em grupos de avaliadores. Dentre os resultados deste projeto, espera-se a melhoria da qualidade dos resultados de AHs conduzidas por avaliadores novatos, e a redução de custos no desenvolvimento de software, especialmente os relacionados com avaliação de usabilidade. Por meio de um método de AH economicamente mais acessível a pequenas empresas e start-ups, almeja-se também disseminar a adoção de AH e facilitar o processo de engenharia de usabilidade, dentre outras.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SALGADO, André de Lima. Adaptações ao método de Avaliação Heurística (AH) para avaliadores novatos. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.