Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova Governança Pública: Subjetividades dos Gestores Públicos e Inovações na Governança Pública no Brasil e no Reino Unido.

Processo: 15/13026-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Pesquisador responsável:José Álvaro Moisés
Beneficiário:José Veríssimo Romão Netto
Supervisor no Exterior: Chris Skelcher
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Birmingham, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:13/19287-8 - Ideias, Atores e Instituições: Processos Híbridos de Governança das Políticas de Cultura no Brasil e suas Interfaces com a Democracia, BP.PD
Assunto(s):Políticas públicas   Democracia

Resumo

Assume-se que as subjetividades têm um papel importante nos processos de tomadas de decisões em políticas públicas, uma vez que organizam os mapas mentais dos atores envolvidos nesses processos sobre diversos aspectos dessas políticas, inclusive sobre a responsabilização do Estado em relação à entrega de políticas públicas. Assim, o problema proposto para ser investigado coloca-se como um paradoxo para o desempenho democrático: nas democracias representativas, políticos eleitos e membros do poder executivo são, via de regra, responsabilizados pela formulação e implementação de políticas públicas e seus resultados. Mas a gestão de diferentes políticas públicas, incluindo as políticas de cultura, vem sendo delegada para novos arranjos institucionais de governança, envolvendo estruturas híbridas entre Estado e sociedade civil, estabelecendo relações de responsabilização opacas entre esses atores. Esse cenário pode levar a um questionamento das instituições tradicionais da democracia representativa, e, consequentemente, a uma requalificação de aspectos ideacionais importantes dos atores sobre as instituições democráticas, consequentemente sobre a gestão das instituições democráticas. O estágio propõe: i) treinamento do bolsista no Método-Q, que vêm sendo desenvolvido e testado em política comparada para mapear as subjetividades dos atores e suas relações com organizações públicas de governança; ii) uma investigação prelimiar e comparada entre as percepções de gestores de políticas de cultura no Brasil e Inglaterra.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROMAO NETTO, JOSE VERISSIMO; ASSUMPCAO-RODRIGUES, MARTA MARIA. Skill formation, cultural policies, and institutional hybridity: Bridging the gap between politics and policies at federal and state levels in Brazil. COGENT SOCIAL SCIENCES, v. 3, n. 1 AUG 7 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.