Busca avançada
Ano de início
Entree

Subjectivity, boundaries and social reproduction at the urban periphery

Processo: 15/14480-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 21 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Urbana
Pesquisador responsável:Adrian Gurza Lavalle
Beneficiário:Matthew Aaron Richmond
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07616-7 - CEM - Centro de Estudos da Metrópole, AP.CEPID
Assunto(s):São Paulo   Subjetividade   Desigualdades

Resumo

Nas últimas décadas as periferias de São Paulo, como as outras grandes metropoles brasileiras, apresentaram tendências sociais e políticas aparentemente contraditórias. Por um lado, as rendas aumentaram, a pobreza caiu e o Estado fortaleceu sua presença na provisão de infraestrutura e serviços. Por outro, as atividades informais e ilegais também cresceram ao lado da economia formal e se entrelaçaram com ela, enquanto as práticas da violência e controle social exercidos por atores tantos estatais como não estatais se consolidaram. Enquanto as mudanças nas estruturas institucionais, as condições sócias e econômicas e as padrões de crime e violência nos territórios periféricos tem sido extensamente documentados e teorizados, a questão da influencia que estas mudanças tiveram sobre as subjetividades dos moradores tem recebido menos atenção. Esta pesquisa vai explorar este tema através de observação etnográfica e entrevistas com moradores e informantes chave no bairro popular de Sapopemba na Zona Leste de São Paulo. A pesquisa vai investigar duas perguntas em particular:1)Qual a influência de instituições chave (em particular as agências estatais, a mídia, as ONGs, a família, a religião, o trabalho e o crime organizado), individualmente nas relações entre eles, sobre as práticas, atitudes e trajetórias de longo prazo dos moradores das periferias?2)Como a influência desigual dessas instituições, e de modo mais geral a diversidade crescente das periferias, molda as relações sociais entre os diferentes moradores desses territórios?Além da literatura brasileira sobre a sociabilidade e reprodução social nas periferias, a análise também será informada por abordagens bourdieusiana, gramsciana e da teoria das identidades sociais para compreender processos da formação de identidade.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KOPPER, MOISES; RICHMOND, MATTHEW A. Housing Movements and the Politics of Worthiness in Sao Paulo. JOURNAL OF LATIN AMERICAN AND CARIBBEAN ANTHROPOLOGY, MAR 2021. Citações Web of Science: 0.
RICHMOND, MATTHEW AARON. Narratives of Crisis in the Periphery of Sao Paulo: Place and Political Articulation during Brazil's Rightward Turn. JOURNAL OF LATIN AMERICAN STUDIES, v. 52, n. 2, p. 241-267, MAY 2020. Citações Web of Science: 0.
GARMANY, JEFF; RICHMOND, MATTHEW A. Hygienisation, Gentrification, and Urban Displacement in Brazil. ANTIPODE, v. 52, n. 1, p. 124-144, JAN 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.